App Sympla
Baixe agora

Roças e plantas no campo do patrimônio: os sistemas agrícolas tradicionais em perspectiva

O evento já encerrou...

Ver evento

explore outros eventos como esse

Evento encerrado

Roças e plantas no campo do patrimônio: os sistemas agrícolas tradicionais em perspectiva

STN - Brasília, DF
08 de julho de 2019, 09h - 09 de julho de 2019, 17h

Inscrição

Inscrição para servidor do IPHAN 
Grátis
Inscrições até 09/07/2019
Encerrado
Inscrição Público Geral  
Grátis
Inscrições até 09/07/2019
Encerrado

Descrição do evento

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento (IRD-França) e a Empresa Brasileira de Pesquisa agropecuária (EMBRAPA) convidam para o Seminário “Roças e plantas no campo do patrimônio: os sistemas agrícolas tradicionais em perspectiva” a ser realizado nos dias 08 e 09 de julho 2019 no Auditório do CENARGEM na sede da Embrapa em Brasília-DF. O IPHAN, o IRD e a Embrapa têm desenvolvido frentes de trabalho que visam a produção de conhecimento sobre esses sistemas e a inclusão da temática nas agendas do desenvolvimento regional, das políticas patrimoniais e da conservação ambiental.

O objetivo deste seminário é de criar as condições de um debate pluricultural sobre os valores culturais e biológicos de interesse local e nacional dos sistemas agrícolas tradicionais. As agriculturas dos povos indígenas e das comunidades tradicionais, além de suas funções produtivas, expressam uma forte identidade cultural e se integram plenamente na noção de patrimônio cultural imaterial. Atualmente, uma série de fatores fragiliza as dinâmicas desses sistemas que, por uma parte, asseguram a soberania alimentar desses grupos e, por outra, cumprem importantes funções de conservação da diversidade de plantas cultivadas e de paisagens. O seminário reunirá agentes implementadores de políticas públicas, representantes dos povos indígenas e comunidades tradicionais, pesquisadores e pesquisadoras.

 Programação

Dia 8 manhã

9h – 9h30

Abertura

 

José Manoel Cabral – Chefe da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia

Hermano Fabrício O. Guanais e Queiroz - Diretor do Departamento do Patrimômio Imaterial-DPI/IPHAN

IRD - Laure Emperaire / Institut de recherche pour le développement - IRD no Brasil

 

9 h 45 – 10 h 30

 Conferência de abertura

Reflexões indígenas sobre agrobiodiversidade

Joana Cabral de Oliveira  / Unicamp

 

10 h 30 – 10 h 45

 Intervalo

 

10h45 – 13 h

Painel 1 : Estratégias locais de conservação da agrobiodiversidade 

 

Agrobiodiversidade do povo indígena Krahô: feira, guardiões e outros movimentos - Terezinha Dias / Embrapa

Conservação da agrobiodiversidade na Mata Atlântica - Dauro do Prado/ Associação Jovens da Juréia-AJJ

Dinâmicas dos sistemas agroextrativistas no quilombo Pau d’Arco e Parateca, Malhada – Bahia - Valéria Porto / MESPT- UnB

Seguindo a mandioca: saberes e práticas agrícolas do Povo Tupinambá da Serra do Padeiro - Elizamar Gomes da Silva / MESPT/UnB

 

Dia 8 tarde

14h – 16h10

Painel 2: Políticas públicas e instrumentos para a conservação da agrobiodiversidade

 

O Registro dos Sistemas Agrícola tradicional dos Quilombolas do Vale do Ribeira como Patrimônio Cultural do Brasil -  Luiz Marcos de França Dias /Unimep 

Paisagens culturais brasileiras: experiências e perspectivas - Mônica Mongelli / IPHAN

O prêmio BNDES: fundamentos e avanços -  João Roberto Correia / Embrapa

O Sistema dos Apanhadores de Flores da Serra do Espinhaço e o seu reconhecimento como Patrimônio Agrícola pela FAO - Maria de Fátima Alves / Codecex

 

16h30 – 18h30

 

Agricultura em áreas protegidas: o caso da Mata Atlântica - Cristina Adams / USP

Indicações Geográficas : dilemas e perspectivas para a conservação da agrobiodiversidade dos SAT -  Claire Cerdan / CIRAD

A Marca Coletiva das Cuias de Santarém -  Luciana Carvalho/UFOPA

O Programa Bioeconomia Brasil Sociobiodiversidade - Marco Pavarino / MAPA

 

 Dia 9

8h30min – 10h40

Painel 3: Dinâmicas e valores dos SATs e da agrobiodiversidade

 

Nem mesma, nem outra. Valores da roça tradicional para hoje? - Pascale de Robert / PALOC – IRD

Uma agrobiodiversidade em movimento - Deborah Lima / UFMG

História biocultural das cuias, cuiupis e maracás (Crescentia spp.) nos pomares e florestas alagáveis da Amazônia - Priscila Moreira / INPA

Agrobiodiversidade do passado e do presente no Rio Negro  - Franklin Baniwa / UnB

 

11h – 13h

Painel 4: Complementaridades, vulnerabilidades e ameaças, quais respostas?

 

Direitos Culturais dos Povos Indígenas e Comunidades Locais - Ela Wiecko Volkmer de Castilho - Faculdade de Direito/UnB & Ministério Público Federal - MPF

Os Sistemas Agrícolas Tradicionais e a conservação integrada  de Recursos Genéticos - Patrícia Bustamante / Embrapa

O que nos diz a agrobiodiversidade na fronteira com a soja? Três casos brasileiros.  Ludivine Eloy /Centro de Desenvolvimento Sustentável-CDS/UnB & ART-DEV CNRS-FR

Artefatos, museus e coleções, quais significados? - Lúcia van Velthem / MPEG


Dia 9 tarde

14h–16h30min

Conclusões coletivas

Laure Emperaire- IRD, Natália Guerra Brayner - IPHAN, Terezinha Dias - Embrapa

Sobre o produtor

Iphan/IRD/Embrapa

Local

STN
STN , Asa Norte
Brasília, DF

Ver mapa

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.