Os Geraldos


Compartilhar:

Próximos eventos
Eventos passados

Sobre

O grupo Os Geraldos foi fundado em 2008, por alunos egressos do curso de Artes Cênicas da Unicamp, mantendo, até hoje, seu vínculo com a universidade em projetos de mestrado e doutorado. A atuação do grupo, que está concentrada em três frentes – criação artística, difusão cultural e ações formativas -, valeu-lhe a indicação, em 2017, ao Prêmio  Governador do Estado, na categoria de Territórios Culturais, um dos maiores reconhecimentos no meio artístico de todo o estado.

No campo da criação artística, ao completar sua primeira década, o grupo está trabalhando na criação de seu sétimo espetáculo: Rasto Atrás, de Jorge Andrade, com direção de Dagoberto Feliz. Os seis primeiros se mantêm no repertório do grupo: “Números” (2008), “Números para Crianças” (2011) e “O Último Sarau – uma peça de corpo presente” (2014), todos com direção de Roberto Mallet;  “Hay Amor!” (2009) e “O Drama e Outros Contos de Anton Tchekhov” (2015), com criação coletiva; e “As Estrelas do Céu” (2017), com direção de Ricardo Harada.

Nesses 10 anos, o grupo recebeu 43 prêmios e participou de inúmeros festivais nacionais e internacionais, como FITUB, em Blumenau (SC); FENATA, em Ponta Grossa (PR); Festival Atos, em Campina Grande (PB), Mostra Capiba de Teatro, em Recife (PE), além dos internacionais, como o Festival Internacional de Acciones Escênicas, no Peru, Julio Cultural, em Tucumán (Argentina) e Festival International du Théâtre Universitaire d’Agadir, no Marrocos.

No campo da difusão cultural, Os Geraldos já passaram por mais de 60 cidades, de nove estados brasileiros, além das apresentações pontuais fora do país. Realizam projetos de intensa circulação teatral, sobretudo no interior paulista, onde circula amplamente pelas unidades do SESC e do SESI e já participou do Circuito Cultural Paulista (2010 e 2015) e do Circuito SESC de Artes (2013), além de projetos financiados via leis de incentivo e premiações de editais. Foi contemplado, em 2011, pelo Programa de Ação Cultural (ProAC), no edital de Formação de Público e Difusão Cultural, e, em 2013, pelo Prêmio Funarte Petrobrás Carequinha de Estímulo ao Circo. Em 2015 e 2017, realizaram o Projeto “Aos Arautos da Arte”, via ProAC ICMS. O grupo também realiza projetos independentes, em sua sede, em Campinas (SP), como a Jornada Teatral, que em 2018 chegou à sua sexta edição, e a Mostra Geral do Teatro, que chega à quarta edição neste ano, além de viabilizar a apresentação de artistas e grupos convidados.

Quanto às suas ações formativas, desenvolve cursos, oficinas e programa de estágio, tanto com produção independente, quanto via leis de incentivo e projetos estaduais. Desde 2012, já recebeu 27 jovens artistas em seu Programa de Estágio Orientado, dando formação no campo da sua gestão cultural. Realiza cursos livres, oficinas específicas e, desde 2015, o Curso de Formação de Atores, com uma carga horária mínima de 9 horas semanais e uma grade de disciplinas que contempla tanto o desenvolvimento de habilidades artísticas quanto de noções de gestão cultural.

Em 2013, iniciou um projeto piloto junto ao Programa de Qualificação em Artes – Ademar Guerra, da Secretaria Estadual de Cultura, instituindo uma nova categoria de orientação artística – Grupo Orienta Grupo. Desde então, mantém-se vinculado ao Programa, orientando grupos pelo interior do estado, tendo já trabalhado com companhias das cidades de Botucatu, Bragança Paulista, Santos, Piracicaba e, atualmente, Campinas.

O projeto mais amplo de formação que o grupo já realizou foi o “Incubadora de Grupos Artísticos”, realizado em Tatuí, de maio a novembro de 2017, por meio da Lei Rouanet e com patrocínio do Instituto CCR e CCR SPVias. O projeto, que combinou ações formativas em artes e gestão cultural, contemplou 28 grupos, de 12 municípios na região de Tatuí, contribuindo, substancialmente, tanto para a formação desses artistas, quanto para o fortalecimento do cenário cultural dessas cidades, já que, como resultado do projeto, os grupos contemplados realizaram, em suas cidades, ações que contaram com a presença de mais de 3.800 pessoas.

Em 2018, ano em que comemora sua primeira década, o grupo muda-se para sua quarta sede: o Teatro de Arte e Ofício (TAO), espaço cultural que existe há 34 anos em Campinas e que foi amplamente revitalizado pelo grupo, que assume sua administração pelos próximos cinco anos.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.