App Sympla
Baixe agora

Oficina de Iluminação cênica para mulheres: Empoderamento dos termos técnicos na prática artística

Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (Mamam) - Recife, PE
27 de maio de 2019, 15h - 31 de maio de 2019, 18h

Ingressos

R$ 0,00

Ingresso único
R$ 200,00  (+ R$ 20,00 taxa)
Pague em até 12x
Vendas até 27/05/2019
0

Descrição do evento

A oficina tem como mote de destaque a trama de fortalecimento entre as mulheres e os lugares que as mesmas desejam ocupar. O intuito é o fortalecimento e entendimento do clã sobre si e os conceitos técnicos da Iluminação de espetáculos, shows e afins. É mais evidenciado a figura masculina nesses espaços. Ver muitos homens nas funções técnicas não se torna um empecilho, mas sim uma usina geradora de energia, nutrindo as mulheres cada vez mais de que esse lugar técnico as compete também, ocupando-os.
Desaguando em leques de possibilidades de aprendizado técnico, passamos a desmistificar o lugar do “difícil acesso”, “difícil comunicação”, possibilitando um diálogo mais amplo e consciente entre as participantes – artistas ou não, com as coordenações de palco, teatros, casas de shows, outros. 
Faz-se necessário enfatizar o estudo técnico mais aprofundado sobre as tecnologias desenvolvidas no decorrer dos tempos, fazendo um somatório breve histórico, construindo pontes entre artistas mulheres e homens da luz e, consequentemente, suas respectivas criações estéticas, um mapeamento dos teatros e alguns palcos da cidade do recife, onde através de fotos e rides técnicos explano um pouco sobre as situações atuais de cada espaço. Trago a mostra as pessoas capacitadas da técnica, que montam e afinam as luzes nos lugares, focando nos profissionais de Recife, tornando-os visíveis.
A partir desses encontros, busca-se o entendimento e o diálogo mais diluídos entre as diferentes linguagens que permeiam o fazer artístico, as produtoras, dançarinas, atrizes, diretoras, fotógrafas e tantas outras que relacionam-se no processo criativo, com a técnica. As mulheres terão nessa experiência de contato e troca, liberdade para gerar e gerir conscientemente seus processos artísticos, somados com a poética da Iluminação. Através da exposição de conteúdos específicos e explanações lucidadas, ramifica-se com mais força os saberes sobre conceitos técnicos da iluminação, contato com as fontes luminosas, equipamentos e aparelhos, cada funcionalidade e possibilidades de ação. Para além das estruturas dos espaços, como, varas, gelatinas, tomadas, entre outros. 
Ao viver essas experiências, acredita-se que as artistas/alunas entenderão a necessidade de dialogar com a pessoa responsável pela Iluminação e suas especificidades com mais sabedoria e nitidez. O mercado artístico necessita de mulheres (Cis, trans, diversas) com autonomia para debater com a técnica de cada espaço que possa encontrar, mulheres com entendimento para expor e agir de maneira prudente e explícita suas ideias, onde reverberam segurança nos seus fazeres e consigam assumir responsabilidades artísticas que sejam somadas com o saber dos aparatos técnicos e estéticos da luz. Pois a intenção é facilitar acessos e tornar o processo de criação algo mais coletivo, dialogável. 
Pontuo com exatidão que a ideia central da oficina é facilitar a comunicação entre as artistas e a técnica, entendendo-se que a interseção disso é a arte. E porque não desabrochar alguma para a profissão artística da luz, local de todos e todas.

Público-alvo: Mulheres à partir dos 18 anos


Oficina de Iluminação cênica para mulheres com Natalie Revorêdo 
27, 28, 29, 30, 31 de Maio - 15h às 18h 


O curso irá oferecer três tipos de bolsas. As inscrições estão abertas até 20 de maio nos links abaixo: 

Autodelcaração:

Bolsa social:

Bolsa para mulheres trans:

OBS: O público precisa atingir o número mínimo de inscritos para acontecer. 

Sobre a ministrante: 

Iluminadora Cênica (DRT 0000129/PE) há 06 anos na cidade do Recife, graduada em Licenciatura em Dança pela Universidade Federal de Pernambuco. Assina projetos de luz para as artes cênicas e outras linguagens artísticas, presta assessoria e consultoria técnica em iluminação. Pesquisadora e curiosa sobre o universo dos corpos, do mover e das fontes luminosas. Através da pesquisa pessoal, Moveres do CORPOLUZ, desenvolve estudos práticos e teóricos, experimentando os corpos e o movimento como mote para as criações de luz, conseqüentemente ampliando a perspectiva da iluminação como ferramenta poética potente do sensível para compor as cenas.

Sócia do Farol – Ateliê da Luz (com Cleison Ramos e João Guilherme de Paula), Integrante do Coletivo Nativa – Mulheres na Técnica e Gestora da CUMBE, sala de representatividade feminina na rua da Aurora.  Indicada e premiada em festivais locais, como Janeiro de Grandes Espetáculos, com o espetáculo de Dança do Grupo Totem, Retomada em 2018. Integra a equipe do Sonora Olinda desde 2017 e o Coletivo Rua das Vadias desde 2012.

Iluminadora atuante e ativista, dialoga e cria com artistas como Flaira Ferro, Juliano Holanda, Silvério Pessoa, Isaar, Orquestra Contemporânea de Olinda, Isadora Melo, entre outros artistas da música. Flávia Pinheiro, Valeria Vicente, Orunmillá Santana entre outros artistas das artes cênicas. 

Participa como Iluminadora responsável de Palcos como, Rec Beat, Guaiamum Treloso e Coquetel Molotov. Participou do Palco Giratório – Sesc, com o espetáculo “Como manter-se vivo” de Flávia Pinheiro. Integrou mesas de conversas sobre “Processos criativos na Iluminação” na Semana de Cênicas – UFPE.

Ministrou oficinas de Iluminação para Mulheres na cidade do Recife, na Casa Ceça (2018), no Teatro Joaquim Cardozo (2018), na Semana de Cênicas – CAC – UFPE (2018) para alunos e alunas do Curso de Licenciatura em Teatro, Projeto Palco Aberto – Pré Amp (2019).



O curso: 

DIA 01: A mulher e seus moveres. Fortalecendo os caminhos, ramificando com sabedoria e escuta 

DIA 02: Do fogo a energia. A passagem do tempo para as fontes Luminosas

DIA 03: Refletores e suas funções. Desmistificar o material -Teoria e prática

DIA 04: Da teoria à prática. Estudos dos corpos

DIA 05: A poética da Luz e suas potências criativas – moveres

Sobre o produtor

Natalie Revorêdo

Comentários

Local

Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (Mamam)
Rua da Aurora, 265, Boa Vista
Recife, PE

Ver mapa

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.