App Sympla
Baixe agora

Índia: Experiências Inesquecíveis

Unibes Cultural - São Paulo, SP
04 de junho de 2019, 19h - 07 de junho de 2019, 21h30

Ingressos

R$ 0,00

Yoga, Uma Filosofia de Vida (Teatro)
Grátis
Vendas até 04/06/2019
0
Especiarias & Ayurveda (Auditório)
Grátis
Vendas até 05/06/2019
Esgotado
História das Religiões da Índia (Auditório)
Grátis
Vendas até 06/06/2019
Esgotado
Arte & Arquitetura (Teatro)
Grátis
Vendas até 07/06/2019
0

Descrição do evento

De 4 a 7 de junho (terça a sexta-feira), a Unibes Cultural recebe diversas atrações com o intuito de compartilhar a grandeza e diversidade da Índia, enfatizando experiências que incluem: yoga, especiarias, ayurveda, dança, religiões e arquitetura.

Com apoio do Consulado Geral da Índia São Paulo e do Centro Cultural Swami Vivekananda, o evento “Índia: Experiências Inesquecíveis” tem o objetivo de expandir conhecimentos sobre a cultura do país e fazer com que as pessoas participem ativamente de toda essa vivência cultural.

PROGRAMAÇÃO

04/06 (3ª feira) – Yoga, Uma Filosofia de Vida

Apresentação do evento por Bruno Assami, diretor executivo da Unibes Cultural.

Apresentação Nada Yoga
Por Yonan Daniel, maestro, compositor, violoncelista e pesquisador de música clássica indiana. É coordenador geral da Nada Yoga School de Rishikesh no Brasil e também coordena a Sanskar – Centre of Creative Global Music, no Brasil. Realizou diversas viagens para a Índia, absorvendo aspectos da arte, cultura e espiritualidade. Como maestro e músico, realizou turnês pela Alemanha, Índia e Estados Unidos, incluindo concerto realizado na ONU, em 2017. Realiza hoje extenso trabalho artístico de formação educacional e de plateia no Espaço Cultural Lira Paulistana, onde acontecem os cursos de formação internacional em Nada Yoga, música e dança clássica indiana.

Apresentação de Yoga
Por Prof. Dr. Sanjay Kumar, professor de yoga certificado pelo Governo da Índia com mestrado pela Dev Sanskriti Vishwavidyalaya, Haridwar, Índia. Diplomado ainda em Naturopatia pela Academia Nacional de Naturopatia de Gandhi, Nova Delhi, Índia. O professor é especializado em yoga tradicional, yoga terapêutico e em todos os tipos de asanas, pranayamas, meditações, relaxamentos e kriyas. Ele está no Brasil por iniciativa do Governo da Índia para divulgação desta técnica ancestral, dádiva inestimável da Índia para o mundo.

Apresentação de sequência de Asanas (posturas) por alunos do Centro Cultural com acompanhamento de sitar.

Apresentação “Yoga: Uma Filosofia de Vida”
Por Prof. Marcos Rojo. Seu primeiro contato com o Yoga se deu na faculdade de Educação Física da Universidade de São Paulo, a USP, em 1975. O Yoga era então oferecido como disciplina optativa, e suas aulas ministradas pela professora Ignez Novaes Romeu, que representava no Brasil a escola de Kaivalyadhama, fundada em 1924 por Swami Kuvalayananda em Lonavla, na Índia. O centro de estudos de Lonavla renovou a linguagem do Yoga e foi pioneiro em promover pesquisas que comprovassem os efeitos da prática, abrindo caminho para sua aceitação e afirmação como técnica e disciplina científicas em todo o mundo. Em 1979, Marcos Rojo e sua esposa Daisy Rodrigues partiram rumo à Índia para realizar sua formação em Yoga no Instituto Kaivalyadhama. Na volta ao Brasil passaram a dedicar-se exclusivamente à prática e ao ensino do Yoga, tornando-se os principais promotores e divulgadores no país da escola científica fundada por Swami Kuvalayananda.

05/06 (4ª feira) – Especiarias & Ayurveda

Apresentação “As Especiarias e o Ayurveda”
Por Margarete Mota, naturóloga e terapeuta ayurveda, diretora, produtora e roteirista do documentário “Ayurveda, a Cura Possível”, idealizadora e organizadora do ELAA – Encontro Latino Americano de Ayurveda e diretora da ESA (Escola de Saberes Ancestrais). Margarete Mota nasceu em São Paulo e, desde criança, sentiu uma imensa curiosidade por outras culturas, tradições e idiomas. A inquietude por descobrir o que havia além das fronteiras de seu país a levou à Índia pela primeira vez aos 20 anos de idade, país com o qual sente profunda conexão. Seu interesse e paixão pelo ayurveda começou nesta primeira viagem à Índia, em 1986, quando adoeceu. Ao receber tratamento ayurvédico, se encantou com a eficiência e simplicidade dessa medicina milenar. Todas as vezes que voltou a adoecer na Índia, sempre se tratou através do ayurveda. Maravilhada com sua cura e recuperação espantosamente rápidas e sucessivas, decidiu estudar essa arte de cura e compartilhá-la com o mundo.

Painel Experiências de Ayurveda na Índia
Conduzido por Cristiane Cury e Margarete Mota, com duas convidadas que viveram respectivamente 15 e 28 dias em hospitais ayurvédicos no Sul da Índia, em tratamentos diversos: Vanessa Paulino de Souza e Mônica Rocha Côrtes.

06/06 (5ª feira) – História das Religiões Nascidas na Índia

Apresentação “Historia das Religiões Nascidas na Índia”
Por Cristiane Cury, administradora de empresas formada pela EAESP, da Fundação Getúlio Vargas, com especialidade nas áreas de marketing e comércio exterior. Fez mestrado em arqueologia clássica no MAE – Museu de Arqueologia e Etnologia da USP e se formou instrutora de yoga no curso de pós-graduação da FMU-SP e Kaivalyadhama Yoga Institute – Lonavla (Índia). Sua grande paixão sempre foi viver novas experiências e conhecer outras culturas e, por isso, viajou por mais de 40 países, tendo morado na África do Sul, Alemanha, Suíça e Índia. E foi justamente o contato com a cultura indiana que provocou as maiores mudanças em sua vida pessoal e profissional. A partir de então se aprofundou em estudos de yoga, terapias holísticas e meditação no Brasil, Europa e na própria Índia, onde viveu por 3 anos. Nos últimos anos passou a dedicar-se a criar e acompanhar viagens exclusivas e inéditas, oferecendo aos participantes experiências inesquecíveis para o corpo, a mente e a alma. Representa a operadora indiana Indo Asia Tours.

Apresentação “Princípios do Vedanta”
Por Swami Nirmalatmananda, matemático de formação e monge há mais de 45 anos. Residente do Ramakrishna Vedanta Ashrama e líder espiritual do Movimento Ramakrishna-Vivekananda-Vedanta no Brasil, Swami chegou ao Brasil em março de 1999. A partir de sua chegada, o centro brasileiro tornou-se oficialmente afiliado à Ordem e Missão Ramakrishna da Índia. Coordena também os centros de Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília.

Apresentação sobre os ”Princípios do Budismo”
Por Monge Budista Tibetano Daniel Calmanowitz – Sánguie Tênzin, Engenheiro Eletrônico pela Poli USP. Discípulo do mestre budista tibetano S.E. Lama Gangchen Rinpoche e praticante budista desde 1987. Pai do Lama Michel Rinpoche, ordenou-se monge em fevereiro de 2011. Coordena e ministra cursos, palestras, práticas de meditação e retiros no Centro de Dharma da Paz – templo de práticas e estudos do budismo tibetano, fundado em 1988, em São Paulo. Diretor-presidente da Fundação Lama Gangchen para a Cultura de Paz – FLGCP, criada em 2006, onde também trabalha em campo nos projetos de educação de paz. Representa tanto o Centro de Dharma da Paz como a FLGCP em movimentos e encontros inter-religiosos e de cultura de paz. O Monge Daniel relata que, durante sua estadia no monastério, teve muitos ensinamentos e que, apesar de não saber nada da língua local, a maior dificuldade foi sua adaptação a todos os costumes e modo de vida dos tibetanos. Segundo o monge, o seu objetivo de vida é morrer com a sensação de missão cumprida e, ao olhar para seu passado, ver que fez algo de significativo.

Painel Experiências na Índia conduzido por Cristiane Cury com os convidados: Paulo Panayotis, Adriana Reis e Francisco do Espirito Santo Neto
Paulo Panayotis, especialista em turismo, é jornalista, mergulhador e fundador do Portal OQVPM – O Que Vi Pelo Mundo. Filho e neto de gregos, bisneto de romenos, nasceu em São Paulo, onde cresceu ouvindo vários idiomas e histórias de outros países. Começou a carreira na Rede Bandeirantes nos anos 90, quando fez a primeira grande reportagem internacional. Atuou como repórter especial e correspondente internacional das principais emissoras de televisão (Rede Globo, Rede Bandeirantes, Rede Record, SBT). Integrou a equipe de concepção e coordenação do projeto global de comunicação da Copa do Mundo de 2014. Nesta trajetória, se interessou pelo universo das viagens e do turismo e se especializou nesta área. Trabalha na cobertura de grandes eventos e acontecimentos no Brasil e no mundo. Faz media traininge palestras sobre comunicação e turismo. Tem passaporte carimbado em mais de 50 países.

Adriana Reis é jornalista profissional, nasceu em Brasília, co-fundadora e editora executiva e de conteúdo do portal O Que Vi Pelo Mundo, escreve para o Diário do Turismo. Trabalha para a TV Globo. Foi correspondente internacional da TV Record, repórter, produtora, editora, coordenadora internacional, relações públicas e assessora de imprensa de diversos veículos. Trabalhou na rádio CBN e TV Nacional, na cobertura jornalística no Palácio do Planalto e Congresso Nacional em Brasília. Coordenou a comunicação da Secretaria de Relações Internacionais de São Paulo. É coordenadora e produtora cultural de Turismo da Série “Janela para o Conhecimento” na Unibes Cultural. É responsável pela captação de imagens, fotografia, tratamento de fotos e imagens, gerenciamento de mídias sociais e divulgação do conteúdo das colunas de turismo do InfoMoney, jornais do grupo JBA e portal OQVPM. Escreve sobre turismo, experiências de viagem, gastronomia e hotéis de luxo no Diário do Turismo. É editora executiva do portal O Que Vi Pelo Mundo. Apaixonada pelo universo das viagens e culturas diferentes, tem passaporte carimbado em mais de 40 países.

Francisco do Espirito Santo Neto é formado em Administração de Empresas, Estudos Sociais e com formação completa em Programação Neolinguística. Em 1980, fundou a Sociedade Espírita Boa Nova e até hoje dirige todas as atividades que a integram, como a Creche Boa Nova, que abriga 130 crianças, o posto médico-odontológico, além de ações voltadas para o atendimento sociocultural, bem como a Boa Nova – editora e distribuidora de livros espíritas. Orador requisitado, leva as mensagens e os ensinamentos espíritas para todo o Brasil e também a diversos países da Europa e das Américas. Seu mestre espiritual adotou o pseudônimo de Hammed. Francisco ou Quico (como também é conhecido) é médium psicógrafo e, como contribuição de seu trabalho de espiritualidade e doutrina espírita, publicou diversos livros, que atingiram a margem de aproximadamente 1 milhão de exemplares vendidos – desde seu primeiro lançamento editorial, o livro “Renovando Atitudes”, publicado em 1997.

07/06 (6ª feira) – Arte & Arquitetura

Apresentação “Historia da Dança Indiana”
Por Patrícia Romano, bailarina, coreógrafa e professora de danças com especialização em Danças Clássicas Indianas, do Sul da Índia. Formada em Ballet Clássico pela Royal Academy of Dancing of London, após ter se tornado discípula da renomada mestra indiana Shrimathi Kalamandalam Sumathi, passou a dedicar-se total e exclusivamente à arte e cultura indianas. Em 1996, sob orientação de sua Guru (Mestra), iniciou a primeira filial da Natyalaya School of Classical Dances no ocidente, na cidade de São Paulo, Brasil. Patrícia é especializada em três estilos de Danças Clássicas do Sul da Índia (Bharathanatyam, Mohiniyattam e Kuchipudi), estilos nos quais foi precursora no Brasil. Também foi precursora na formação do primeiro Grupo de Dança Clássica Indiana da América Latina. O grupo foi formado em 1997 e atualmente é reconhecido nacional e internacionalmente, tanto por sua excelência técnica nos itens clássicos quanto na beleza e inovações dos itens contemporâneos. O Grupo Natyalaya é reconhecido também por manter a essência da tradição cultural indiana. Considerada um expoente desta arte no Brasil, em 1998 Patrícia foi homenageada pelo Consulado Geral da Índia no aniversário de 51 anos de Independência com uma placa, “por seu talento e contribuição em divulgar a cultura indiana no Brasil”. Em 2005 recebeu a “Comenda Swami Vivekananda” dos Consulados A.H. da Índia de Minas Gerais e Rio de Janeiro das mãos de Swami Nirmalatmananda, da Ordem Ramakrishna Vedanta, “por suas demonstrações inequívocas no que se refere à fomentação das relações comerciais e culturais entre o Brasil e a Índia, e ao distinto esforço de apoio à comunidade via ações sociais e humanitárias”. No mesmo ano, trouxe para o Brasil a dança moderna dos famosos musicais do cinema indiano conhecido como Bollywood. O principal objetivo de Patrícia e da Natyalaya é estabelecer os padrões de ensino e aprendizado originais da relação “Guru-shishya parampara” (relação da linhagem Guru-discípulo), que preserva a cultura indiana desde tempos remotos, assim como divulgar e tornar a cultura indiana mais conhecida pelo mundo.

Apresentação “O apogeu da Arquitetura Indiana”
Por prof. Dimas Bertolotti, arquiteto formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, com especialização e mestrado pela mesma instituição. Atualmente é professor de Projeto Arquitetônico na FMU. Foi uma viagem à Índia, em janeiro de 2013, que o fez aprofundar-se em estudos de arquitetura indiana.

Apresentação “Sistema Devadasi e o Bharathanatyam” por Patrícia Romano

Apresentação de Dança Bharathanatyam
Por Iara Ananda, formada em Danças Clássicas Indianas pela Natyalaya School of Classical Dances, nos estilos Bharathanatyam, Mohiniyattam e Kuchipudi. Teve como professoras, além de Patricia Romano, a renomada Mestra Shrimathi Kalamandalam Sumathi, Sowmya Balagopal e Asha Sharat da Kairali Kalakendam, dos Emirados Árabes. Considerada atualmente uma das maiores expoentes de Dança Clássica Indiana da América Latina, iniciou seus estudos ainda criança. Em 1998, com apenas 11 anos, recebeu do Consulado Geral da Índia em São Paulo um certificado em reconhecimento ao seu talento. Em 2004, morou na Índia, onde suas performances foram elogiadas por um dos mais importantes jornais do país, o Mathroo Bhumi. A partir do inicio de 2005, com a introdução do estilo “Bollywood” no Brasil, Iara, como principal bailarina do Grupo Bollywood Brazil, passou a se dedicar também a mais esse estilo e é, atualmente, a diretora do Grupo e coordenadora deste curso no Brasil. Em 2009, esteve novamente na Índia para aprimorar sua técnica em Dança Indiana. Com apresentações em vários países, assim como em vários estados brasileiros, desde 2008 dirige a filial brasileira da Natyalaya School of Classical Dances. De 2011 a 2019, foi a responsável pelo curso de Bharathanatyam no ICC (Indian Cultural Centre), em São Paulo. Sempre com a orientação de sua Guru Shrimathi Kalamandalam Sumathi, participou de cursos e workshops de Bharathanatyam, com Malavika Sarukkai, Tara Ahmed, Janaki Rangarajam e Navtej Johar; de Kuchipudi, com Shri Raja Reddy, Shobha Natarajan e com Tara Ahmed; e de Kathak, com Sunayana Hazarilal.

Sobre o produtor

Comentários

Local

Unibes Cultural
Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré
São Paulo, SP

Ver mapa

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.