Curso básico de Agrofloresta Sintrópica

Sítio Pau d' Água - Piracaia, SP
30 de março de 2018, 09h - 01 de abril de 2018, 13h

Compartilhar:

Ingressos

Inscrição alojamento
R$ 390,00  (+ R$ 39,00 taxa)
Pague em até 10x
Vendas até 14/03/2018
Encerrado
Inscrição (quarto Ecovila)
R$ 490,00  (+ R$ 49,00 taxa)
Pague em até 10x
Vendas até 14/03/2018
Encerrado
Inscrição Sem alojamento
R$ 300,00  (+ R$ 30,00 taxa)
Pague em até 10x
Vendas até 14/03/2018
Encerrado

Descrição do evento

Ter uma casinha no campo, produzir sua própria comida sem agrotóxico, vender o
excedente, ter uma floresta no quintal e ainda recuperar uma área degradada. O
permacultor Bento Cruz vai mostrar como tornar isso possível no Curso de Agricultura
Sintrópica, com foco em fruticultura e sementes crioulas. 
A Agrofloresta cria um sistema que junta, na mesma área, a produção de 
hortaliças, frutas e madeira, que serão plantados durante a vivência. O método permite a recuperação de áreas degradadas, protege o meio ambiente e ainda gera renda ao pequeno produtor.
Bento Cruz tem percorrido o Brasil, auxiliando as pessoas que querem deixar as cidades
para morar de forma sustentável na roça. A Agrofloresta é um dos caminhos mais
viáveis, pois começa a produzir alimentos já no segundo mês. Serão apresentados
planilhas, aplicativos e plataformas de gestão financeiras de SAFs (Sistema
Agroflorestal). Até a forma como escoar a produção será abordado.
Temas que parecem complexos como "diagnóstico rural, design permacultural,
otimização de recursos locais, elaboração de croquis e projetos de implantação e
manejos de Safs" serão abordados na prática, com a mão na massa. Os participantes
ainda vão aprender técnicas de adubação, plantio e poda.

Na floresta nada é estático, tudo é fluxo, cada espécie é determinada pelo que lhe antecedeu e condiciona o que vem em seguida. Se utilizarmos a inteligência e observamos a verdadeira lógica que a vida realiza ao longo do percurso da diversificação, entenderemos quais as melhores formas e momentos de realizarmos intervenções dentro dos agroecossistemas.
A modelagem de um sistema agroflorestal exige grande conhecimento interdisciplinar de
botânica, de solos agrícolas, de microfauna e microflora de solos, de função ecofisiológica dos organismos que constituem os vários extratos, de sucessão ecológica e de fitossanidade. O trabalho de um agroflorestor é buscar reproduzir as dinâmicas naturais, tendo a própria natureza como maior fonte de aprendizado, criar a percepção e aflorar a sensibilidade para avaliar os ambientes que estamos inseridos, as suas dinâmicas e as direções que estão tomando e a partir daí cooperar, fazer parte, se envolver.

Os sistemas agroflorestais combinam produção e conservação dos recursos naturais. Mais do que uma técnica agrícola é uma maneira de entender e cooperar com os sistemas naturais.
Além de buscar atender às várias necessidades dos produtores rurais, como a obtenção de
alimento, extração de madeira, cultivo de plantas medicinais, os SAF’s diversifica a produção proporcionando uma oferta mais estável de produtos ao longo do ano. Os sistemas agroflorestais podem auxiliar na conservação dos solos, das microbacias e áreas florestais.
Dessa maneira o homem consegue se inserir no ambiente e passa a aprender com a natureza, cooperando com essas dinâmicas naturais ao invés de entrar em conflito com ela. Em outras palavras é uma grande oportunidade do homem voltar a ser um ser querido pela natureza e ter uma função importante, se mostrando oportuno para o planeta.
A agricultura sintrópica é muito mais do que uma técnica de produção de alimentos, ela é uma quebra de paradigma, é uma forma de a espécie humana voltar a cooperar de maneira
inteligente com a natureza. Os benefícios são socioambientais e econômicos, tais como:
recuperação de áreas degradadas, recuperação de lençóis freáticos, nascentes, sequestro de carbono e educação ambiental. Ela promove o despertar de um novo olhar, um novo
entendimento da prática agrícola.

Programação
1º dia
Manhã
8h - Recepção e apresentação dos participantes.
9h - Introdução à Agricultura Sintrópica.
10h - Caminhada transversal (perfil do solo, dinâmica natural, vegetação nativa, plantas
indicadoras, paisagens resilientes, recursos locais).
11h - Exercício de Design Permacultural (zonas e vocações).
12h - Almoço.

Tarde
13h - Introdução ao manejo agroflorestal.
14h - Ferramentas e maquinário agrícola.
15h - Exercício de poda.
16h - Produção de Biomassa e Materiais de Propagação.
17h - Revisão das atividades do dia.
19h - Jantar

2º dia
Manhã
7h - Café da manhã
8h - Introdução ao planejamento e gestão da produção de Sistemas Agroflorestais.
9h - Espécies e arranjos agroflorestais.
10h - Exercício de Desenho de Consórcios.
11h - Capina Seletiva e preparo do terreno.
12h - Almoço

Tarde
13h - Manejo do Solo.
14h - Insumos e materiais de propagação.
15h - Exercício de Implantação de módulo agroflorestal.
17h – Revisão das atividades do dia.
19h - Jantar

3º dia - Manhã
7h - Café da Manhã
8h - Introdução ao planejamento e gestão de Sistemas Agroflorestais
9h - Redes de beneficiamento e comercialização de produtos agroflorestais
10h - Roda de Conversa
11h - Encerramento da Vivência


Programação sujeita a alterações

POLITICAS DE CANCELAMENTO
O evento só acontece se atingir a cota mínima de 15 participantes. Caso o número não seja atingido, o valor é devolvido integralmente.

Caso um participante queira desistir deve comunicar com ao menos 1 semana de antecedência para devolução integral.
Cancelamentos até 3 dias, devolução de 50% do valor.
Cancelamento com menos de 2 dias não será devolvido o valor.

Sobre o produtor

Kaminari Comunicação

Agência de comunicação e eventos

Comentários

Local

Sítio Pau d' Água
Estrada Dandão
Piracaia, SP

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.