App Sympla
Baixe agora

Uníssono #6 no Acontece no Museu! Três shows numa noite

O evento já encerrou...

Ver evento

explore outros eventos como esse

Evento encerrado

Uníssono #6 no Acontece no Museu! Três shows numa noite

Museu Nacional dos Correios - Brasília, DF
07 de junho de 2019, 20h-21h

Ingressos

Ingresso único 
R$ 20,00  (+ R$ 2,50 taxa)
em até 4x R$ 6,05
Vendas até 07/06/2019
Encerrado

Descrição do evento

Projeto UNÍSSONO #6 no Acontece no Museu

A União que deu muito certo! Logo em sua primeira apresentação no Acontece no Museu o Projeto Uníssono produzido pelas jovens produtoras Marianna Subtil e Samara Costa, trazendo três shows numa noite das mais novas vozes de Brasília e do País !

UNÍSSONO
TRÊS SHOWS NUMA NOITE:
AMANDA MAIA
LEMAK ( RJ)
KOPPA

07/06
20 HORAS
VALOR ÚNICO DE INGRESSO R$ 20,00
TEATRO MUSEU CORREIOS BRASÍLIA - SETOR COMERCIAL SUL QUADRA 04 - BLOCO A

GARANTA JÁ SEU INGRESSO COMPRANDO ANTECIPADAMENTE PELO SYMPLA

Ou reserve pelo whatsapp ( 61 ) 9 82233452 - somente pelo whatsapp

SOBRE OS ARTISTAS:

AMANDA MAIA
Amanda Maia procura explanar seu trabalho das mais diversas formas. Além das plataformas digitais, vem se valendo de shows em vários restaurantes de Brasília - Burgster, Kimura, Miriade Speakeasy, Troia Império Gastronômico, Jardins D'Itália, Frans Café, Quintal f/508, Una Gastropub, Don Beer, Sebartião e entre outros. Faz reverência aos clássicos da MPB e Internacional conjuntamente às produções autorais. Já participou de Projetos Culturais no Gama ao lado de Manoel Messias Pretto, Paulinho Diolinda, Cumpadi Ancelmo e Zemiguel Rodrigues, sendo assim, alvo de apreciação no Blog do Arretadinho, administrado por Joaquim Dantas.
A cantora brasiliense foi convocada no ano de 2015 para as seleções regionais do The Voice Brasil, programa promovido pela Rede Globo. Esteve, também no ano de 2015, entre as cantoras classificadas para o Festival de Música Nacional FM com o single Baby eu sei, logo após divulgado no YouTube e contemplado com mais de sete mil acessos. Em 2017 teve uma de suas canções, intitulada Ilusão, como objeto artístico para a realização cinematográfica de Felipe Fialho, Anderson, Davi Ricardo, Eduardo Sérgio, Sara Caroline, Vitória Pimenta, Luca Correia, Fernando Hochida e Luigi Rosa em um projeto promovido pelo Iesb. Firmou trabalhos conjuntos com WavesClubStudio. Em 2018 realizou a gravação do primeiro EP (Extended play) - intitulado Ca.fé - no estúdio de produção Laenkasa, uma parceria com o excelentíssimo Maestro Marcos Farias. Também em 2018, no mês de janeiro, foi selecionada dentre aproximadamente cinco mil talentos para a participação do MGT – O Encontro, maior evento de talentos do Brasil.
Amanda Maia vem ganhando expressividade na cena autoral da MPB contemporânea. Sua discografia já se encontra disponível no Spotify, Itunes, Deezer e entre outras plataformas digitais de veiculação musical. Além da expressiva repercussão do seu EP Ca.fé, com total de 5014 streams, atualmente (2019) a cantora pôde lançar, até então, dois singles: "Come on" e "Pode me ligar" - canções recebidas com muito carinho e devoção pelo público.

LEMAK (RJ)
Você escuta as músicas do EP "Estrangeiro", que a carioca Lemak lança agora em todas as plataformas digitais, e consegue enxergar os músicos em uma sala de ensaio compondo as canções, tamanha é a perícia que alcançaram no pop rock com uma receita perfeita em melodia, harmonia, letras e arranjos.
O trabalho sai pelo Midas Music e traz uma mudança na formação do grupo em relação ao EP anterior - João Rufus assumiu as baquetas e completam a formação Diogo Berlim no vocal, Jimmy na guitarra, Digão no baixo e Duds Bemol no teclado e violino.
A mudança maior vem na filosofia do grupo nesses oito anos de existência, que culmina com as duas músicas que são lançadas.
Eles nasceram como diamante bruto no Rio de Janeiro, em um new rock sem fronteiras, que abrigava de baião a samba na mistura. Foram lapidando o som, refinando a forma de trabalharem até culminar no single que carrega o nome do
EP "Estrangeiro", onde todos os caminhos anteriores convergem para o atual. "Já me sinto forasteiro/No calor de 40 graus/(...)O Rio de Janeiro é bem mais que o Cristo e o Arpoador", canta Diogo numa condução de balada de violão. Os instrumentos entram em camadas, piano, guitarra, navegando para o pop rock em sua essência que foi comentado no início do texto.
A produção de Giu Daga é um chute certeiro no ângulo, harmonizando os elementos na medida certa, sob a direção artística de Rick Bonadio.
Na fórmula antiga de composição, cada integrante era livre para vir com ideias e contribuições, quase como laboratório musical. Não que fosse um método anárquico, mas eles perceberam que encontrariam a liga correta quando sentassem juntos e seguissem a mesma bússola. Isso é explícito em "Estrada", que é outro pop rock com riff de guitarra, marcação de baixo e bateria e vocal que serpenteia entre o bloco sonoro. Cabe até o violino de Duds em momento solo na canção.
Sabe o tipo de música que você poderia até desnudar de seus elementos de arranjos e agregados e que mesmo assim ela pararia em pé, com a força de canção que se sustenta no próprio esqueleto? Pois é o que o Lemak atingiu agora

KOPPA
O som feito entre amigos soa melhor. A prova disso é a banda Koppa, um dos novos nomes do rock independente em Brasília. Contando no currículo com o lançamento do EP “Epifania” e prestes a lançar o novo trabalho “Transparecer”, os rapazes mostram que a veia musical da capital do país continua pulsando.
A história do grupo começou em 2014, como um projeto despretencioso. Foi no ano seguinte, com o lançamento de “Epifania”, produzido por Ricardo Ponte (Scalene, Ellen Oléria, Dona Cislene), que a banda verdadeiramente deu seus primeiros passos. Com quatro faixas, a Koppa investiu na divulgação e gravou o clipe do single “Realidade”, além de criar lyric videos para as outras faixas.
Formada atualmente por João Quirino (voz e guitarra), Daniel Ribeiro (guitarra e voz), João "Juaj" Xavier (baixo e voz) e Felipe "Fill" Victer (bateria), a banda preza pelo contato com o público, levando seu show para diversos lugares. Em 2016, eles participaram da Feira do Troca, evento tradicional do município de Olhos D’Água, no interior de Goiás. E além disso, o grupo foi finalista do Festival Universitário de Música Candanga (Finca), realizado pela UnB no último ano.
Na busca de incluir elementos sonoros diferenciados em sua música, a Koppa traz como influências musicais as bandas Two Doors Cinema Club, Supercombo e The Strokes. Em 2018, o grupo se prepara para o lançamento de “Transparecer”, e planeja turnê nacional.
Assista “Realidade”: https://youtu.be/wz6qm_kx9F0
Ouça “Epifania”: http://spoti.fi/2sVHRLJ

REALIZAÇÃO ACONTECE NO MUSEU:
Villa-Lobos Produções e Andre Trindade

Apoios:
Correios Museu Correios Agenda Cultural Brasília Trupe Do Cerrado Doze Lab
Grupo: Grupo Acontece no Museu

#correiosoficial #correioscultura #acontecenomuseu #showautoral #musicaaovivodf #unissono #projetounissono #amandamaia #lemak #koppa #showmusicalbrasilia

Sobre o produtor

ANDRE TRINDADE e TUKA VILLALOBOS

Local

Museu Nacional dos Correios
SCS Quadra 4 Bloco A Lote 256, Edificio Apollo, Asa Sul
Brasília, DF

Ver mapa

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.