App Sympla
Baixe agora

Teatro-esporte - Improvisação teatral para atores

Teatro Vila Velha - Salvador, BA
08 de janeiro de 2019, 19h - 04 de fevereiro de 2019, 19h

Compartilhar:

Inscrição

R$ 0,00

Novembro
R$ 250,00  (+ R$ 25,00 taxa)
Pague em até 12x
Inscrições até 30/11/2018
Encerrado
Dezembro
R$ 270,00  (+ R$ 27,00 taxa)
Pague em até 12x
Inscrições até 31/12/2018
0
Janeiro
R$ 300,00  (+ R$ 30,00 taxa)
Pague em até 12x
Não iniciado

Descrição do evento

Teatro-Esporte: improvisação teatral para atores com Celso Jr

Para atores e estudantes de teatro, a partir 18 anos.

Dias de aula: Terças e Quintas

Horário: 19h as 21h

 

A oficina de teatro-esporte aplica as noções básicas de Improvisação Teatral para atores profissionais e/ou amadores, style="margin-bottom:12.0pt;text-align:justify;line-height: 15.75pt"> Celso Jr é ator e diretor com mais de 60 espetáculos teatrais realizados, é professor do Núcleo de Teatro do Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias da UFRB. Doutor em Artes Cênicas pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas – UFBA (2013). Bacharel em Artes Cênicas (Direção Teatral) pela Escola de Teatro da UFBA, (1994). Mestre em Letras, (Teorias e crítica da literatura e da Cultura) UFBA (2005). Como ator, começou a carreira na Companhia Baiana de Patifaria no espetáculo Abafabanca (1987). Teve atuações elogiadas em Otelo, de Shakespeare, (primeira montagem do TCA. Núcleo, dirigida por Carmem Paternostro (1995), Megera domada, de William Shakespeare, direção de Teresa Costalima, Budro, de Bosco Brasil, sob direção de Tom Carneiro (2004), Hamlet, de William Shakespeare, sob direção de Harildo Deda (11ª montagem do TCA. Núcleo, 2005), Shopping and fucking, de Mark Ravenhill, sob direção de Fernando Guerreiro (2007) e Caso sério, de Claudio Simões e Margareth Boury (2009), Celso Jr. dirigiu a comédia policial Quem matou Maria Helena?, de Claudio Simões, ( 1994) , a comédia Médico a pulso, de Molière (2000); Pluft - o fantasminha, de Mª Clara Machado (1995 e 2002), dirigiu a primeira montagem do texto O cego e o louco, de Cláudia Barral (2000), traduziu, adaptou e dirigiu Preciosas ridículas, baseada na comédia de Molière, (2008), entre outros. Em 2014, integra o elenco do espetáculo A gaivota, de Anton Tchekhov, sob a direção de Marcelo Flores e Harildo Déda, com a Cia. de Teatro Os Argonautas. Neste mesmo ano, participou dos filmes de longa metragem Irmã Dulce, de Vicente Amorim e Travessia, de João Gabriel. Esteve em cartaz com a peça Esperando Godot, de Samuel Beckett, sob direção de Márcio Meirelles, no teatro Vila Velha, style="margin-bottom:12.0pt;text-align:justify;line-height: 15.75pt"> 

Observações:

1. A oficina ocorrerá havendo o mínimo de 08 pessoas inscritas; 

2. Em caso de desistência após o início das oficinas, não haverá devolução do pagamento;

3. O certificado de participação será enviado por e-mail mediante presença dx alunx em, pelo menos, 75% dos encontros. 

4. O estacionamento de veículos no Passeio Público é permitido somente de segunda a sexta, das 17h as 22h, e aos finais de semana até as 22h.

 

Sobre o produtor

Comentários

Local

Teatro Vila Velha
Rua 7 de setembro, s/n, Passeio Público, Campo Grande
Salvador, BA

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.