Login

CURSO | Artes e Maternidades: tensões e diálogos

Por Adelina

Conteúdos gravados

Certificado

Inscrição

R$ 250,00
ou 12x R$ 25,86
Acesso por 6 meses

O que você aprenderá

  • Arquétipos maternos, trabalho reprodutivo e a maternidade como marcador social
  • Corpo-território, performatividade materna e maternagem
  • O poder da imagem e o poder materno: a maternidade como produção de sentidos e as Madonnas contemporâneas.
  • As representações da maternidade e as críticas feministas: a arte do cuidado e arte colaborativa
  • Circuitos alternativos: modos de produção artística de mulheres mães que tensionam as fronteiras do sistema da arte
  • Narrativas contra-hegemônicas: as possibilidades do pensamento decolonial a partir das produções de mulheres mães.

Descrição

CURSO | Artes e Maternidades: tensões e diálogos

Tendo em vista uma construção do imaginário social da maternidade, visamos tensionar criticamente o (não) lugar relegado às artistas-mães e os modos de representação da maternidade.

A reflexão destes aspectos nos coloca diante de uma série de singularidades consonantes aos debates feministas e o atravessamento deste papel social (ser mãe) enquanto parte integrante essencial das identidades.

Assim, ao longo de seis encontros, o curso propõe levantar debates acerca da maternidade na arte. Nesse sentido, pretendemos partir de perspectivas interseccionais e decoloniais, investigando também as performatividades e condições de produção, bem como a economia do cuidado.

Pesquisamos, conhecemos, estudamos artistas mulheres que são mães. Mulher. Artista. Mãe. Mulheres cujas maternagens podem ou não ser suas interfaces de contato com o mundo e com seus trabalhos, mas para quem é impossível não reconhecer as implicações da condição de mães com os mesmos. Os desdobramentos são muitos, bem como as sobreposições e oposições das condições maternas.


PROGRAMA

Aula 1: “Não estamos reconciliadas”: arquétipos maternos, trabalho reprodutivo e a maternidade como marcador social. (Roberta Calábria)

Aula 2: Parirás com dor: corpo-território, performatividade materna e maternagem. (Roberta Calábria)

Aula 3: O poder da imagem e o poder materno: a maternidade como produção de sentidos e as Madonnas contemporâneas. (Fernanda Correa)

Aula 4: As representações da maternidade e as críticas feministas: a arte do cuidado e arte colaborativa. (Fernanda Correa)

Aula 5: Circuitos alternativos: analisando modos de produção artística de mulheres mães que tensionam as fronteiras do sistema de arte. (Carolina Rodrigues)

Aula 6: Narrativas contra-hegemônicas: as possibilidades do pensamento decolonial a partir das produções de mulheres mães. (Carolina Rodrigues)


SOBRE AS PROFESSORAS:

Carolina Rodrigues é bacharel em História da Arte pela Escola de Belas Artes da UFRJ e mestranda em Artes Visuais, na linha de Imagem e Cultura, pela mesma instituição, integrando o Núcleo de Arte, Antropologia e Patrimônio (CNPq). Articula questões relacionadas às fronteiras do sistema da arte, relações etnico-raciais e gênero, atuando de forma independente em curadoria, arte-educação e produção de exposições. Nos últimos anos, esteve envolvida em ações artístico-acadêmicas coletivas com mulheres mães, como a exposição “Dentro, fora, entre: o corpo da mulher (não) é uma casa” (2019), o caderno especial “Artes e Maternidades” da Revista Desvio (2019) e a pesquisa “Produção artístico-literária de mães brasileiras em tempos de pandemia” (2021), publicada na Revista Porto das Letras. Seu lugar social e suas perspectivas são indissociáveis do maternar do pequeno Rafael, que há 9 anos acompanha essa trajetória.


Fernanda Correa é doutora em Arte e Cultura Contemporânea pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPGARTES/UERJ, 2020); mestra em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGHIS/UFRJ, 2014); graduada com licenciatura plena em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF, 2011). Foi professora substituta do Departamento de História e Teoria da Arte da Escola de Belas Artes da UFRJ (BAH/EBA/UFRJ) e também do Instituto de Artes da UERJ (IART/UERJ), nos quais ministrou diversas disciplinas de História, Teoria e Crítica de Artes nos cursos de graduação (2013-2018). Foi colaboradora da Revista Desvio, sendo uma das organizadoras do Caderno Especial sobre Artes e Maternidades, publicado em 2019. Atualmente é pesquisadora independente e há quase quatro anos dedica-se ao maternar da Maya, acreditando que o afeto é também político.


Roberta Calábria é doutoranda em Arte e Cultura Contemporânea pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde pesquisa as representações da maternidade na arte contemporânea ocidental, com foco nas questões concernentes à gestação, parto, amamentação, economia do cuidado e violência obstétrica. É mestra em Arquitetura e Urbanismo pela FAU-USP e bacharel em História da Arte pela UERJ. É bolsista da FIOCRUZ para docência e tutoria nos cursos de formação e atualização profissional de doulas. Foi curadora e produtora da exposição “Dentro, fora, entre: o corpo da mulher (não) é uma casa”, sendo esta voltada para a reflexão dos impactos da maternidade na produção artística de mulheres mães. Foi uma das responsáveis pelo caderno Arte e Maternidade publicado pela Revista Desvio em 2019. Exerce ferozmente a maternagem do Miguel e do Vicente como processo de autonomia, potência e resistência.


PARA QUEM É ESSE CURSO?

Estudantes, pesquisadores, artistas, professores, interessados no assunto. Não é necessário conhecimento prévio.


INFORMAÇÕES:


Acesse pelo computador, tablet ou celular.

As aulas são gravadas e poderão ser assistidas em qualquer hora ou lugar pela plataforma Symplaplay em até 6 meses, com espaço para tirar dúvidas.


Investimento: R$ 250 – boleto, débito, e em até 12 vezes no cartão de crédito


Assim que o pagamento for confirmado, o acesso às aulas será liberado.


Ficou com alguma dúvida?

Vamos adorar conversar com você! Envie um e-mail para [email protected] ou ligue para (11) 94812 3175


Estrutura

Plano de Aulas

  • Plano de Aulas
  • Introdução

Aula 1

  • Aula 1

Aula 2

  • Aula 2

Aula 3

  • Aula 3

Aula 4

  • Aula 4

Aula 5

  • Aula 5

Aula 6

  • Aula 6

Materiais

  • Racismo e Sexismo na Cultura Brasileira
  • O Mito do Amor Materno
  • Corpo Território
  • Faces de Clio
  • Falando em línguas
  • Interseccionalidade (Feminismos Plurais)
  • Exercícios de Futuro
  • Colonialidade e Gênero
  • O feminismo é para todo mundo
  • O feminismo, o capitalismo
  • O ponto zero da revolução
  • O que é empoderamento?
  • What gender is motherhood?
  • Eu, mulher
  • Pensamento Feminista Negro Conhecimento, Consciência e a Política do Empoderamento
  • Por que não existiram grandes artistas mulheres?
  • Problemas de Gênero
  • Raça, classe e gênero como categorias de análise de conteúdo
  • Gênero e Colonialidade
  • La norma y el sexo, frente estatal, patriarcado, desposesion, colonialidad
  • Sou eu uma mulher
  • Bibliografia

Encerramanto

  • Avaliação

Público

  • ic-radio-active
    Pessoas interessadas em conhecer mais sobre a representação da maternidade na arte.
  • ic-radio-active
    Estudantes, pesquisadores, artistas, professores, interessados no assunto. Não é necessário conhecimento prévio.
Termos e políticas

Sobre o produtor

CURSO | Artes e Maternidades: tensões e diálogos

Adelina

Como acessar o conteúdo digital

Cadastre-se ou acesse sua conta com o mesmo email usado na inscrição

Acesse a aba Ingressos no site ou no app da Sympla

Localize o conteúdo adquirido e clique em acessar conteúdo digital

Você também receberá o link de acesso por e-mail. Comece agora!

Saiba mais sobre como acessar

Comentários

Métodos de pagamento

Parcele sua compra em até 12x

Compre com total segurança

Os dados sensíveis são criptografados e não serão salvos em nossos servidores.

Precisando de ajuda?

Acessa a nossa Central de Ajuda Sympla ou Fale com o produtor.