Plataforma Urbanismo Biopolítico: uma cartografia dos conflitos territoriais em Goiânia

Oficina Cultural Geppetto - Goiânia, GO
25 de setembro de 2017, 18h - 28 de setembro de 2017, 22h

Compartilhar:

Inscrição

R$ 0,00

Inscrição
Grátis
Inscrições até às 23h55
Esgotado
Lista de Espera
Grátis
Inscrições até às 16h
Esgotado

Descrição do evento

DATA E HORÁRIO

25 a 28 de Setembro | 18h00-22h00


PROGRAMA

Dia 01: Seminário sobre as frentes de ação do Indisciplinar envolvendo o Urbanismo Biopolítico e capacitação nas principais ferramentas utilizadas no método cartografias indisciplinares (wiki, crowdmap, outras);

Dia 02: Início da elaboração da Cartografia Colaborativa para construção da Plataforma Urbanismo Biopolítico envolvendo territórios e lutas territoriais de Goiânia; 

Dia 03: Elaboração da Cartografia Colaborativa para construção da Plataforma Urbanismo Biopolítico envolvendo territórios e lutas territoriais de Goiânia;

Dia 04: Finalização do workshop, avaliação, propostas para dar continuidade ao trabalho colaborativo.


APRESENTAÇÃO

O Indisciplinar  vem atuando em rede junto a movimentos sociais e outros grupos de investigação que resistem aos avanços do urbanismo neoliberal na forma de PPPs – Parcerias Públicos-Privadas – associadas a grande projetos urbanos. Propõe-se desvendar a perversidade dos instrumentos utilizados pelo Estado-capital para a financeirização do espaço urbano, cartografando os atores públicos, privados e cidadãos, e os múltiplos interesses em jogo no campo de disputa pelo território. A plataforma  de investigação Urbanismo Biopolítico, portanto, se insere num contexto em que a produção do espaço urbano tem se tornado, cada vez mais, um ponto nevrálgico: subsidiando a acumulação crescente do capital, ao mesmo tempo em que abriga inúmeras resistências a esse avanço.

A plataforma de investigação proposta para ser realizada neste workshop pretende ampliar para Goiás a investigação já iniciada em Belo Horizonte pelo Grupo Indisciplinar  e pretende cartografar o que chamamos de Urbanismo Biopolítico, rastreando o conjunto de forças que constituem tais disputas nas metrópoles contemporâneas – envolvendo tanto o Urbanismo Neoliberal (do Estado-capital) quanto o Urbanismo Biopotente (das resistências positivas e cidadãs, que agrega inteligência coletiva em processos colaborativos e se organiza de maneira mais horizontal). A cartografia, como método de investigação e ação, utiliza ferramentas tecnopolíticas de mapeamento territorial envolvidas com ações cotidianas junto a atores das resistências biopotentes, assim como um conjunto de dispositivos para atuação técnica e política no ponto cego das lutas – entre as resistências locais e o poder público que detém as informações complexas (territoriais, jurídicas, econômicas) da macropolítica das questões urbanas.

São objetivos deste workshop: iniciar com o grupo envolvido uma cartografia da economia política dos projetos urbanos neoliberais; produzir material gráfico, informação e análise para subsidiar a produção cientifica e denúncias a órgãos de fiscalização e controle de forma impedir a efetivação de projetos contrários à justiça espacial, (quando possível, propondo estratégias de melhoria e adequações); fomentar resistências com forte estratégia de comunicação e tradução gráfica na forma de blogs, wikis e ferramentas de mapeamento coletivo; ampliar a cartografia das ações biopotentes que apontam novos caminhos para construção de políticas públicas e programas de Estado voltados a uma cidade mais justa e menos excludente; produzir tecnologia social através de informação/ conhecimento reaplicável; desenvolver e aperfeiçoar a plataforma cartográfica atual de trabalho do grupo de pesquisa e esboçar protótipo de ferramenta de mapeamento que sobreponha as utilizadas atualmente, podendo servir de base para outros grupos atuarem coletivamente e colaborativamente no processo de produção de informação.

Sobre o produtor

Sobreurbana

A Sobreurbana é um estúdio de placemaking criado em 2013 para o desenvolvimento colaborativo de intervenções urbanas e gestão cultural. Desde então vem realizando diversas atividades com o objetivo de envolver os goianienses na construção de uma cidade com a qual se identifiquem e assim possam ser protagonistas das mudanças que julgarem necessárias.

Comentários

Local

Oficina Cultural Geppetto
1013, 467, Setor Pedro Ludovico
Goiânia, GO

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.