App Sympla
Baixe agora

Oficina: A Arte de Contar Afro-brasilidades

O evento já encerrou...

Ver evento

explore outros eventos como esse

Evento encerrado

Oficina: A Arte de Contar Afro-brasilidades

Sebo Casa Azul - Olinda, PE
26 de julho de 2018, 14h - 28 de julho de 2018, 18h

Inscrição

Vivência Dia 26/07
R$ 30,00  (+ R$ 3,00 taxa)
Pague em até 12x
Inscrições até 25/07/2018
Encerrado
Vivência Dia 27/07
R$ 30,00  (+ R$ 3,00 taxa)
Pague em até 12x
Inscrições até 25/07/2018
Encerrado
Vivência Dia 28/07
R$ 30,00  (+ R$ 3,00 taxa)
Pague em até 12x
Inscrições até 25/07/2018
Encerrado
Imersão (Três dias com Desconto)
R$ 80,00  (+ R$ 8,00 taxa)
Pague em até 12x
Inscrições até 25/07/2018
Encerrado

Descrição do evento


Pela primeira vez em Olinda!!



A oficina aborda os princípios afrocentrados na contação de histórias. Uma prática com a literatura embasada em aspectos distintos dos "contos clássicos", que possibilita o contato e o uso de obras em que se destaquem as tradições de origem africana e afro-brasileira, o próprio negro desempenhando papel principal ou em atividades sócio econômicas valorizadas e com uma participação ativa no tempo presente da narrativa, assegurando um recorte étnico - racial efetivo.
A proposta é apresentar um pouco da metodologia utilizada pela contadora de histórias, pesquisadora e educadora Kemla Baptista, criada através da investigação artístico-pedagógica e da prática acumulada ao longo dos 10 anos de atividades do Caçando Estórias.  

Nos encontros vamos falar sobre temas fundamentais para a formação de uma pessoa que conta ou deseja contar histórias considerando sua importante contribuição na construção das identidades infantis, para a promoção da leitura, valorização da oralidade, no fomento à educação para a diversidade e no enfrentamento do racismo.
Trata-se de um encontro necessário tanto os profissionais que atuam com crianças quanto para que outras pessoas interessadas nestes temas, possam adquirir meios para construir ou ampliar seu repertório e recursos na arte de contar afro-brasilidades.


Três eixos temáticos vão orientar as vivências na oficina. A cada dia, conteúdos diferentes e complementares serão trazidos e você poderá escolher como deseja participar.Ás vezes essa vida corrida não nos deixa participar de atividades mais extensas, mas ficamos com aquela pontinha de vontade de ir mesmo que por um só dia. Foi pensando nisso que abrimos a possibilidade de inscrições para um, dois ou para os três dias com um descontinho. Ah! E se você se inscrever na imersão, que são os três dias, vai receber gratuitamente um material exclusivo com textos e referências selecionados especialmente para a oficina. Veja aqui quais os temas, dias e horários: 26/07 (qui) / 14h-17h - AfroContação
  • Contador de Histórias, um porta-voz de valores africanos;
  • Literatura afro-brasileira na infância;
  • A diversidade dos contos e povos africanos;
  • Diferenciação entre ler e contar histórias;
  • Oralidade e literatura, um diálogo possível.
27/07 (sex) / 14h-17h - Sob a sombra de Iroko
  • Cosmovisão Bantu e Yorubá;
  • Fontes orais: Como escolher e reconhecer;
  • Itans - A força das narrativas dos Orixás, Inquices e Voduns;
  • Contos míticos e sua relação com a cultura popular;
  • O papel do contador de histórias na luta antirracista;
  • Sessão de contos do Caçando Estórias.
28/07 (sab) / 14h-18h - Tecendo Contos
  • Seleção e construção de repertório;
  • Suportes plásticos para a contação de histórias;
  • As narrativas do corpo (o corpo que dança conta histórias);
  • Contos míticos e sua relação com a cultura popular;
  • O papel do contador de histórias na luta antirracista;
  • Roda de contos dos participantes e Caçando Estórias.




Todo mundo tem uma boa história pra contar! Todo mundo tem saberes, conhecimentos e experiências que precisam e podem ser compartilhados. A interação tem papel fundamental na oficina pois estimula a evolução das nossas competências. A partir da interatividade e das trocas de saberes entre quem participa da oficina se estabelecem os processos de aprendizagem e, por consequência, o surgimento e o aprimoramento de novas possibilidades criativas de cooperação mútua. Desse jeito vão se estabelecendo redes de contatos que ajudam a incrementar e construir novos conceitos. É nesse clima odara em que tudo acontece! Venha fazer parte!

Sobre o produtor

CAÇANDO ESTÓRIAS & Kemla Baptista

Kemla Baptista criou há 10 anos o CAÇANDO ESTÓRIAS, uma iniciativa de arte e educação para a diversidade constituída por ações que relacionam contação de histórias, e outras linguagens promovendo as africanidades. É Pedagoga, percussionista, arteterapeuta em formação e estudou Dança na UFRJ. Participou de cursos com o escritor e contador de histórias Francisco Gregório Filho, trabalhou no I Encontro Internacional CAIXA de Contadores de Histórias (CAIXA CULTURAL - BA), fez parte da Caravana Paixão de Ler pela Sec. de Cultura da Cidade do Rio de Janeiro. Equede, milita pelos direitos dos povos de terreiro realizando itinerância com o Caçando Estórias para crianças em terreiros tradicionais do RJ. Criou o primeiro canal no Youtube dedicado as afro-brasilidades para crianças. É membro da APAN - Associação de Produtores do Audiovisual Negro. Pra conhecer mais acesse: @cacandoestorias nas redes sociais.

Local

Sebo Casa Azul
Rua Treze de Maio, 121, Carmo
Olinda, PE

Ver mapa

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.