App Sympla
Baixe agora

Latitude XX Festival

Bar da Nida - Ouro Preto, MG
26 de outubro de 2019, 14h-23h

Ingressos

R$ 0,00

Lote Promocional
R$ 65,00  (+ R$ 6,50 taxa)
em até 12x R$ 7,18
Vendas até 26/10/2019
Esgotado
1º Lote
R$ 80,00  (+ R$ 8,00 taxa)
em até 12x R$ 8,84
Vendas até 26/10/2019
0
2º Lote
R$ 95,00  (+ R$ 9,50 taxa)
em até 12x R$ 10,49
Vendas até 26/10/2019
0
3ºLote
R$ 110,00  (+ R$ 11,00 taxa)
em até 12x R$ 12,15
Vendas até 26/10/2019
0

Descrição do evento

Um ano se passou desde que os 1000 litros de cerveja foram bebidos em nome do bom rock'n roll e das boas amizades. E cá estamos novamente convidando a todos pra nos acompanhar nessa emocionante empreitada que envolve mais uma vez o aniversário da Latitude 20.

Como o esperado: serão #1000litros da melhor cerveja artesanal da cidade pra beber a vontade e mais 5 bandas de Rock'n Roll autoral pra abrilhantar essa maravilhosa festa! Corra e garanta seu ingresso na Loja da Fábrica Latitude 20 ou pelo Sympla no link ( https://www.sympla.com.br/latitude-xx-festival__634728)

Vamos às atrações:
Pesta:

A Pesta é uma banda de doom/stoner metal formada na montanhosa cidade de Belo Horizonte (Brasil) – terra natal de algumas das mais importantes bandas brasileiras de música pesada, como Sarcófago e Sepultura. A banda foi formada em 2014 e sua sonoridade foi forjada a partir das influências de bandas como Pentagram, Cathedral, Sleep, Trouble e, principalmente, Black Sabbath. O som da Pesta transita entre o doom metal tradicional, o stoner rock e o hard rock setentista.

A Pesta era uma figura do folclore do norte da Europa durante o período da peste negra. O terror gerado pela disseminação da peste deu origem a uma série de lendas e personagens mitológicos que surgiam como uma forma de dar sentido ao pânico que se instalava frente a um mal de origem desconhecida. Nos países escandinavos a praga era representada por uma velha com um capuz preto e carregando uma vassoura e um ancinho: a Pesta. A morte, o medo e a insanidade são elementos presentes nas letras da banda. Embora não estejam presas à temática da peste, as letras da Pesta tratam da mudança no comportamento humano e da vulnerabilidade que é intrínseca ao mesmo. Nas letras, vê-se a abordagem sobre corpos espalhados uns sobre os outros, o medo que se instaura nas pessoas submetidas a situações extremas, o árduo peso que a religião e a fé cegas causam no indivíduo, os instintos se sobrepondo à razão: tudo isso permeia uma mesma ideia, que é a capacidade humana de se enganar, enganar ao próximo, e instaurar um tipo de caos que atinge à todos. É neste terreno lírico, um pouco místico, onde se contempla um desfile sonoro decadente de atos santos e profanos.

Confira: http://www.pestadoom.com/?fbclid=IwAR2gQirK5AYZNfR_FqgJHVnqQc1E9j89trEgURRFipWSG-O4AMnyOS498xI

Galanga:

O Galanga é uma banda performática de Rock´n Roll formada há 15 anos na cidade de Ouro Preto por artistas ligados aos departamentos de música, letras e artes cênicas da UFOP. Vem se destacando no cenário da nova música mineira pelo ineditismo de suas composições e pela maneira multimídia com se apresenta, fundindo teatro, vídeo-poesia, literatura e performance ao bom e velho Rock´n Roll. A banda lançou, em 2007, o demo Galanga e em 2012 o demo Otérica Adonis. Em 2016, em parceria com mais de 70 pessoas por meio de financiamento coletivo, lança o CD Coleção de Histórias Agudas, produzido pelo guitarrista carioca André Sampaio e masterizado pelo pernambucano Buguinha Dub.

‘A morte é o nada, repito / Seja corpo, seja verbo, seja espírito / A morte é o nada, de novo / A morte é o ópio do povo / Portanto, em lugar do que é morto e que só existe porque a tudo intimida, celebremos a vida!’

Confira: https://aparatozerosete.wixsite.com/galanga

Polly Terror

Polly Terror é novo projeto de Poliana Marques, a cabeça por trás do evento Chá das Mina, produtora de eventos e ex-vocalista da banda Duna, Brisa e Chama. Neste fase da sua carreira ela explora sons mais experimentais e sombrios, sem deixar as influências de rock do passado, mas em uma estrada totalmente diferente do seu trabalho anterior.

O trabalho novo, chamado ‘Special Fiend’ é um disco com cinco músicas com clima sombrio, paisagens soturnas e melancólicas, que passam pelo experimental, rock, metal e gótico, deixando a tona influências de artistas como Chelsea Wolfe,The Cure, Morphine,Emma Ruth Rundle. As composições autorais abordam temas pessoas, experiências e psicodelia, entre momentos leves, loucos e as vezes pesados. A capa foi feita pelo artista visual Daniel Junkeira e a produção da obra ficou por conta de Fábio Mazzeu (Mayen e ex-Lively Water) e Porquinho (Grupo Porco e Fodastic Brenfers) além da própria Polly: chefa da porra toda. O disco conta ainda com a participação de Gabriel Laso, que adicionou arranjos de guitarras de oito cordas na música “32 times”. Ao vivo a artista conta com a participação de músicos conhecidos da cena Belo Horizontina, mas a artista não se prende em formatos e tem a proposta de ser o centro de uma estrutura flutuante, seja com banda ou solo.

É o início promissor de uma carreira que já conta com o apoio de selos como Abraxas (RJ) e Geração Perdida (MG), criando uma relação com bandas nacionais como Lammia, Necro, Lupe de Lupe, Paola Perdida e Não-Não Eu, além de bandas internacionais como Neurosis, Kadavar e Samsara Blues Experiment.

Confira: https://www.facebook.com/terrorpolly/

2 Dedo:

Formada no outono de 2013 na cidade de Mariana (MG) a banda desenvolve um trabalho autoral com uma sonoridade que transita entre o classic e o heavy metal. Com vocais que fazem lembrar Judas Priest, e guitarras nervosas que trazem junto com baixo e bateria o peso do bom e velho rock'n roll, sem deixar de lado uma pegada atual, a banda vem apresentando seu segundo trabalho recém lançado.

Confira: https://www.facebook.com/2dedo/

Imundos:

A Imundos é formado por duas mentes imersas no rock, absorvendo influências de toda a sua vertente. Contando com Bruno Souza na guitarra e voz e Thiago Fernandes na batera e voz, a dupla apresenta uma versão pesada, rápida e suja do rock. Imundos se preocupa em falar e expor as podridões da sociedade, em particular o atual e anacrônico momento.

Sobre o produtor

Cervejaria Latitude 20

Cervejaria artesanal de Ouro Preto - MG

Comentários

Local

Bar da Nida
Rua Rio de Janeiro, 217, Morro São Sebastião
Ouro Preto, MG

Ver mapa

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.