App Sympla
Baixe agora

II Fórum Internacional Novas abordagens em saúde mental Cuiabá

Auditório do Centro Cultural - UFMT - Cuiabá, MT
13 de agosto de 2019, 09h - 14 de agosto de 2019, 18h

Inscrição

R$ 0,00

Lote Promocional Estudante
R$ 100,00
Pague em até 12x
Inscrições até 30/06/2019
0
Lote Promocional Profissional
R$ 120,00
Pague em até 12x
Inscrições até 30/06/2019
0

Descrição do evento

 JUSTIFICATIVA E OBJETIVO

O II Fórum Internacional: Novas Abordagens em saúde mental Cuiabá têm por objetivo promover um espaço de debates e trocas de experiências entre pessoas e organizações que vêm construindo novas práticas em saúde mental, visando o desenvolvimento da qualidade dos serviços em articulação com a comunidade.

A efetivação da Reforma Psiquiátrica, entendendo-a como movimento complexo e inacabado, ou seja, ainda instituinte, requer necessariamente uma rede comunitária de cuidados com capacidade de acolher o sofrimento mental e de ser substitutiva ao modelo hospitalocêntrico (CHIAVAGATTI et al., 2012; DESVIAT, 2018). 

A Reforma Psiquiátrica, enquanto movimento social complexo, requer a participação de diversos setores para construção de estratégias inovadoras e substitutivas que garantam cidadania, construção de autonomia e respeito aos direitos e singularidades das pessoas em sofrimento psíquico, reduzindo ansiedades e isolamentos, além de possibilitar o retorno às atividades, permitindo que o sujeito em sofrimento retome o controle sobre sua própria vida. 

Desse modo, entendemos que enquanto instituição Pública de Ensino Superior, assim como grupo de pesquisa em Saúde Mental, o Núcleo de Estudos em Saúde Mental da Universidade Federal de Mato Grosso tem dentre suas responsabilidades, propor espaços de discussão e integração, para pensar de modo contextualização e participativo, novas práticas em saúde mental. 

Sendo assim, em parceria com o Centro Educacional de Novas Abordagens Terapêuticas, propomos a organização do II Fórum Internacional: Novas Abordagens em saúde mental de Cuiabá.

Os objetivos do evento contemplam:

·         Potencializar as parcerias entre trabalhadores, usuários dos serviços, suas famílias e comunidades;

·         Implementar estratégias de desinstitucionalização com foco em recovery e inclusão;

·         Criar oportunidades para troca de idéia e discussão de outras opções para o avanço no cuidado em saúde mental, incluindo examinar o uso de medicamento como condição do tratamento em saúde mental;

·         Aumentar a conscientização de profissionais e trabalhadores da saúde sobre a importância de construir novas estratégias de abordagem em saúde mental, juntamente com os usuários dos serviços e suas famílias;

·         Discutir e divulgar experiências inovadoras que vem produzindo  mudanças significativas no campo da saúde mental no Brasil e em outros lugares do mundo.

TÓPICOS A SEREM DISCUTIDOS NO EVENTO

O objetivo é alcançar a saúde e bem-estar, independentemente do grau do transtorno mental ou angústia do indivíduo.

Isto requer uma mudança de paradigma no pensamento de patologia e doenças em direção à auto determinação, histórias de vida, forças humanas, esperanças e sonhos, apoio dos pares e de controle por parte do usuário, com apoio de profissionais como parceiros, mentores e defensores.

Diálogo Aberto:

Diálogo Aberto (Open Dialogue) na Finlândia, mostra como é possível tratar da esquizofrenia e das psicoses em geral, sem o uso de antipsicóticos, particularmente nos primeiros episódios agudos. A experiência finlandesa vem obtendo os melhores resultados em todo o mundo ocidental.

Na experiência na Finlândia, eles começaram a reforma do seu sistema de assistência em 1984, com as assim chamadas “reuniões de tratamento”nas quais a medicação fazia parte do que era discutido..

Princípios do Diálogo Aberto:

·   Ajuda imediata (há algo decisivo nas vidas das pessoas a espera de ajuda)

·   Rede Social (explorando os recursos disponíveis e os saberes dos atores)

·   Flexibilidade e mobilidade (ver os pacientes em suas residências e em seu meio social)

·   Responsabilidade (o mesmo médico acompanha todo o processo de tratamento, pois avalia-se que quando há vários profissionais envolvidos há, inevitavelmente,  muitas medicações prescritas)

·   Continuidade psicológica (a equipe acompanha todo o processo)

·   Tolerância à incerteza (as dúvidas fazem parte do processo de cuidado, há o reconhecimento de uma construção coletiva em curso e de  que não se tem de antemão as soluções)

.   Com esses princípios, na prática clínica, a necessidade por medicamentos diminui muito significativamente.

Atividades lúdicas na Saúde Mental:

O uso da música, teatro, rádios como complementação em saúde mental, facilita a relação com o cliente/usuário proporcionando o início da interação com o mesmo. As atividades lúdicas promovem sensação de bem-estar, atuando no cliente como um ato eficiente, protetor, fornecendo uma sensação de paz, e aceitação.

Atenção básica na saúde mental:

O território como base para organização da atenção à saúde. A Saúde Mental e o processo de trabalho na Estratégia de Saúde da Família: o trabalho em equipe interprofissional e colaborativo. Apoio matricial na APS, cogestão e gestão participativa no trabalho na APS. 

 Suporte alternativo na intervenção á crise:

Como nós respondemos as pessoas em momentos críticos em suas vidas podem ter uma influência significativa sobre a sua capacidade para responder e gerenciar o que está acontecendo com usuários, como eles se prepararam para seu futuro e sua recuperação.

Durante a apresentação iremos discutir os princípios fundamentais de uma equipe de crise.

O objetivo do Serviço Equipe de crise é ofertar um trabalho flexível, competente e proativo, operando no domicílio. 
O cuidado está ligado diretamente as questões: familiares, infraestrutura do domicílio e à oferta de diversas intervenções

PERFIL DO PÚBLICO ALVO

Trabalhadores e estudantes da área da saúde e saúde mental; usuários dos serviços de saúde mental e seus familiares; pessoas que escutam vozes.

COMISSÃO ORGANIZADORA E APOIOS

CENAT

UFMT

IMHCN (Rede Internacional de Colaboração em Saúde Mental)

PALESTRANTES

Palestrante: Richard Armitage (Dinamarca)

Currículo: Psicólogo formado pela Universidade de Copenhague. Formado no Curso treinador Open Dialogue em Londres com Jaakko Seikkula. Foi supervisor do centro de saúde mental em Copenhague. Trabalhou no centro saúde mental infantojuvenil. Supervisor do centro  Kragelund (Århus). Professor do curso de Open Dialogue da Metropol University College, Copenhague. Foi treinador sobre Open Dialogue nos centros de Saúde mental em Torino, Savona e Trieste,  Treinador em Queensland na Austrália. Trabalha no projeto para implementar a abordagem Open Dialogue no sistema de saúde mental da Dinamarca.

Palestrante: Profa Rossana Seabra (UNESP)
Currículo: Possui Graduação em Psicologia pela UFPR (1982), Especialização em Educação Especial pela UFPR (1991), Mestrado em Educação pela UFSCAR (1995), Doutorado em Educação pela UNESP (2002) e Pós doutorado em Desinstitucionalização realizado em Trieste-Itália (2011). Atualmente é Professora Assistente Doutora da UNESP e Membro do Corpo Editorial da Internacional Association Of Applied Psychology. 

Palestrante: Larissa de Almeida Rézio (UFMT)
Currículo: Professora Assistente da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Mato Grosso onde atua no Curso de Graduação em Enfermagem. Membro do Grupo de Pesquisa NESM-MT - Núcleo de Estudos em Saúde Mental da FAEN-UFMT. Graduada em Enfermagem pela Universidade Estadual de Mato Grosso (2006). Especialista em Educação Permanente em Saúde (2015). Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal de Mato Grosso (2009). Doutora em Ciências pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo- EERP/ USP. Participa da Rede de pesquisa internacional denominad Recherche avec ("Pesquisa com")., com membros do Brasil, México, França e Canadá. 

Palestrante: Maria Do Perpétuo (USP)
Currículo: Docente do Departamento de Enfermagem da USP. Concluiu Graduação em Enfermagem pela UFPB, Especialização em Enfermagem Saúde Mental e Psiquiátrica (1995); Mestrado (2001) e Doutorado pela UNIFESP. Possui pós-doutorado (2010) na área de Adições pelo Centre for Addiction and Mental Health (CAMH) - Canadá. Pesquisador do Grupo de Pesquisa Políticas e Práticas de Saúde Mental e Enfermagem cadastrado no CNPq, aos quais estão vinculados projetos nacionais e internacionais. Orienta e desenvolve projetos na área de Enfermagem em Saúde Mental/Psiquiátrica, atuando principalmente nos temas: "políticas de saúde mental", "práticas de enfermagem em saúde mental". Credenciada no Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade de São Paulo (PPGE) da EEUSP e no Mestrado Profissional Interunidades em Formação Interdisciplinar em Saúde. Coordenadora do Curso de Licenciatura da EEUSP. 

Palestrante: Alice Guimarães Bottaro de Oliveira
Currículo: Psicóloga e enfermeira. Doutora em Enfermagem Psiquiátrica. Professora associada aposentada da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Mato Grosso.  Revisora de periódicos de Enfermagem e Psicologia. Coordenou projeto de pesquisa sobre saúde mental de trabalhadores e pacientes em hospital universitário.

Palestrante: Marta Ester Conciani
Currículo: Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Federal de Mato Grosso (1994), graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Mato Grosso (2010) e mestrado em Saúde Coletiva pelo Instituto de Saúde Coletiva- Universidade Federal de Mato Grosso (2013). Atualmente é técnico de nível superior - Secretaria de Estado de Saúde.

Palestrante:   (São Paulo)
Currículo: Mestre em Enfermagem Psiquiátrica pelo Programa de Pós-graduação em Psiquiatria e Ciências Humanas da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP/USP). Instrutora de Terapia Cognitiva Baseada em Mindfulness (MBCT) pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) em parceria com Oxford Mindfulness Centre da Universidade de Oxford. Especialista em Enfermagem psiquiátrica pela Residência Multiprofissional em Psiquiatria e Saúde Mental da Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA) (2014). Graduação em Enfermagem pela Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA) (2011). 

Mais palestrantes a serem confirmados

PROGRAMAÇÃO

Horário           13 de agosto
8:30 – 9:00  Credenciamento
9:00 – 9:10   Abertura do Fórum
9:10 - 10:40   Introdução a abordagem Open Dialogue (Richard Armitage)
11:00- 12:30  Suporte alternativo na intervenção á crise. (Profa Rossana Seabra)
12:30 – 14:00  Intervalo para Almoço
14:00 - 15:30  Mindfulness como estratégia de cuidado em saúde mental (Caroline Krauser)
15:40 -17:00  Práticas Integrativas Complementares em Saúde mental (Maria do Perpétuo)
17:00 – 17:30 Apresentação de trabalho
 
Horário                      14 de agosto
9:00 –10:30   Saúde mental na Atenção Primária à Saúde (Larissa Rezio)
10:40 - 12:00   Tema livre
12:00 -12:30   Apresentação de trabalho
12:30 – 14:00   Intervalo para o almoço
14:00 -15:30   Como conseguir a Recovery na Saúde Mental (Richard Armitage)
15:30 -16:00   Relatos de experiências 
16:00 - 17:00   Mesa Redonda: Os desafios da Reforma Psiquiátrica diante de um contexto de retrocesso
17:00 -17:30  Atividade Cultural

INVESTIMENTO

Lote Promocional 40 primeiros inscritos 
Valor inscrição Estudante: R$ 100,00
Valor inscrição Profissional: R$ 120,00
1º Lote 
Valor inscrição Estudante: R$ 120,00
Valor inscrição Profissional: R$ 140,00
2º Lote 
Valor inscrição Estudante: R$ 140,00
Valor inscrição Profissional: R$ 160,00
3º Lote 
Valor inscrição Estudante: R$ 160,00
Valor inscrição Profissional: R$ 180,00
*Vagas limitadas 

Formas de pagamentos:
Cartão crédito em até 6 vezes (Com Juros)
Boleto


O que está incluso na inscrição:
Palestras 
Tradução Inglês-Português 
Brindes
Certificado com carga horária de 22 h

DATA E LOCAL

Data: 13 e 14 de agosto de 2019

Horário: 9:00h ás 18:00h

Local do Evento: Auditório do Centro Cultural – UFMT:  Av. Edgar Vieira, 513-549 - Boa Esperança, Cuiabá - MT

Dúvidas enviar email: pablovalente@cenatcursos.com.br

APRESENTAÇÃO DE TRABALHO

Normas para Submissão de Trabalhos

Temáticas:

1) Novas Abordagens em saúde mental
2) Ouvir Vozes
2) Atenção básica na Saúde Mental;
3) Estratégias coletivas de cuidado em SM;
4) Práticas alternativas a medicalização
5) Álcool e Drogas

O 2º Fórum Internacional Novas Abordagens em Saúde Mental Cuiabá aceita submissões de trabalhos científicos, por esta via de inscrição, apenas na modalidade Apresentação em formato Pôster.

NORMAS

Nos stands, cada participante poderá apresentar até 2 (trabalho) pôsteres. 

O prazo final para submissão de trabalhos vai até o dia 07/07/2019;

 Deverá(ão) ser encaminhado(s) o(s) arquivo(s) com o(s) resumo(s) e identificação de autoria.  Número máximo de 5 autores.

O objetivo é a discussão de temas relevantes no campo da saúde mental e boas práticas na saúde mental no sentido de suscitar debates, estimular a troca de experiências entre os participantes.

A formatação dos trabalhos (resumo e pôster) deverá ser a seguinte: Resumo: o resumo deve ser constituído de um único parágrafo de texto. Formatação: tamanho: entre 300 a 1.000 palavras (incluindo os espaços entre palavras);

 Espaçamento entre linhas: 1; fonte: Times New Roman, 12 pontos; tamanho da página A4; margens: superior e esquerda com 3 cm e inferior e direita com 2 cm. Palavraschave: máximo de três; título do trabalho: letras maiúsculas, centralizado e negrito; nome do(os) autor(es): letras maiúsculas/minúsculas, alinhado à direita e negrito (abaixo do título)

Formatos: word e PDF. Pôster (estrutura e dimensões): largura (90 cm) e altura (120 cm).

Deverá seguir à organização: título do trabalho; autor(es); instituição; grupo de pesquisa e agência financiadora, se houver; Eixo Temático a que se vincula. Recomenda-se que o pôster seja confeccionado com cordão para ser dependurado.

Apresentação do pôster: os autores são responsáveis pela entrega de seus pôsteres nos stands destinados a cada participante no local e dia da sessão de apresentação - conforme programação do evento -, bem como pela sua retirada.

Durante a sessão de apresentação dos pôsteres é necessária a presença de, no mínimo, um dos autores junto ao mesmo para atender o público interessado e fazer sua integração com o conjunto de autores que participam dessa sessão nos stands institucionais.

Modelo de Pôster

PASSOS PARA SUBMISSÃO
Para submissão do trabalho enviar o resumo para o email: eventoscenat@gmail.com

HOTEL OFICIAL DO FÓRUM

A organização do Fórum em saúde mental em Cuiabá fechou uma parceria com o site Booking.com


Dúvidas sobre o Fórum enviar email: pablovalente@cenatcursos.com.br ou clique aqui para enviar uma mensagem para o nosso whatsapp

Sobre o produtor

CENAT (centro educacional novas abordagens terapêuticas)

Comentários

Local

Auditório do Centro Cultural - UFMT
Avenida Edgar Vieira, 513-549, Boa Esperança
Cuiabá, MT

Ver mapa

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.