App Sympla
Baixe agora
Evento encerrado

Desmontando Cassandra

Sesc senac Pelourinho - Salvador, BA
22 de maio de 2019, 19h-20h

Ingressos

Inteira
R$ 20,00  (+ R$ 2,50 taxa)
Pague em até 12x
Vendas até 22/05/2019
Encerrado
Meia
R$ 10,00  (+ R$ 2,50 taxa)
Pague em até 12x
Vendas até 22/05/2019
Encerrado

Descrição do evento

Espetáculo Desmontando Cassandra discute a opressão da mulher no Teatro SESC-SENAC Pelourinho

Última peça da trilogia Identidade e Gênero reconta a história de personagem grega

 

Desmontando Cassandra é um espetáculo teatral contado por mulheres e sobre mulheres. Seu texto é uma adaptação do livro de Christa Wolf sobre a história da personagem da mitologia grega, Cassandra, que possui o dom da premonição e prevê a invasão de Troia. Mas nada disso adianta, pois, ao ser desacreditada, a personagem vê sua cidade ser destruída. A peça estreia no dia 07 de maio (terça-feira) no Teatro SESC-SENAC Pelourinho, às 19h, com ingressos a 20 reais (inteira) e 10 reais (meia) e fica em cartaz até o dia 30 de maio, todas as terças, quartas e quintas-feiras. A realização é da Cia. Estupor de Teatro e Oco Teatro Laboratório. 

Estruturado narrativamente através de flashbacks, o espetáculo aborda o que foi a vida da personagem e o seu destino. Em função de suas contradições, Cassandra é considerada na literatura grega como a personagem trágica por excelência: o deus Apolo lhe concede o dom da profecia em troca de sua virgindade. Cassandra aceita o acordo num primeiro momento para logo depois recusar, conduta que desencadeará a fúria do deus grego. Então, a personagem é amaldiçoada com o dom inútil da profecia, pois ninguém acredita em suas predições.

Baseado no texto original de Christa Wolf, escritora sobrevivente da Segunda Guerra Mundial, a peça apresenta uma versão da história de Troia com nuances muito diferentes das narrativas de Homero e Eurípedes. Trata-se de uma leitura feminina recontada por uma mulher que passou por traumas da guerra. Na narrativa, Cassandra, em presença de outras mulheres, conta sua história e suas memórias, em que os heróis gregos aparecem majoritariamente como seres brutais, estúpidos, gananciosos e egoístas.

A pesquisadora e atriz Dinah Pereira afirma que as primeiras peças da trilogia abordavam questões de identidades de gênero, como a cis e transgeneridade, enquanto que “Cassandra vem para falar principalmente do feminino ferido, ultrajado, encarcerado. A mulher como objeto da guerra e moeda de troca”. Para ela, as mulheres continuam sendo tratadas como loucas e desacreditadas na sociedade o que conecta a história clássica com o mundo de hoje. “Demos grandes saltos com o feminismo, mas ainda há muita desigualdade e ainda somos usadas como moeda de troca, o que faz Cassandra ser atual”.

Trilogia Identidade e Gênero -  Desmontando Cassandra é a última peça de uma trilogia sobre gênero e identidade que teve início em 2015 com a peça “X ou Y? Algumas Questões sobre Gênero” e ficou em cartaz no Palacete das Artes, durante os meses de novembro e dezembro de 2015. A segunda peça, intitulada “Histórias Delas: questões de gênero?” foi montada em maio de 2017, cumpriu temporada no Teatro do Movimento (Escola de Dança da UFBA) e foi convidado para participar do Festival Internacional de Teatro Latino Americano (FILTE), ambas, sob a direção de Dinah Pereira e Thiago Carvalho. 

Cia. Estupor de Teatro – A Cia. Estupor de Teatro foi fundada em 2003 por Dinah Pereira, pós-doutora em Dramaturgia, Carol Vieira, doutora em Educação e professora da Universidade Federal do Ceará (UFC) e Gil Teixeira, conhecido ator dos palcos baianos. A criação da Cia. se deu por conta do seu longo trabalho com opressão e memórias de vida, agregando o conceito de estupor enquanto uma interrupção da memória, da capacidade de narrar. Os últimos dez anos favoreceram o incremento de suas atividades, pois a Cia. se consolidou enquanto um núcleo de pesquisa em teatro, numa perspectiva teórico-prática, que envolve alunos da graduação e da pós-graduação em Artes Cênicas da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia.

Oco Teatro Laboratório – Criado em 2006, o grupo de teatro tem como objetivo procurar novas formas de expressão nas artes cênicas. Transita por espaços limítrofes das artes onde se confundem as manifestações artísticas. Com princípios de trabalho com a presença do ator, tem desenvolvido diversos projetos percorrendo cidades do Brasil, América Latina, Estados Unidos e Europa. O grupo desenvolve ainda o Festival Latino-Americano de Teatro da Bahia (FilteBahia), o Núcleo de Laboratórios Teatrais do Nordeste (Nortea), a Revista Boca de Cena e as Coleções Dramaturgia Latino-Americana e Teoria Teatral Latino-Americana. 

 

Serviço

O quê? Espetáculo teatral Desmontando Cassandra

Quando? 07 a 30 de maio. Todas as terças, quartas e quintas-feiras, 19h

Onde? Teatro SESC-SENAC Pelourinho

Quanto? R$ 20 (inteira) R$ 10 (meia)

Realização: Cia. Estupor de Teatro e Oco Teatro Laboratório

 

 

Ficha técnica

 

Desmontando Cassandra

Direção: Luis Alonso

Dramaturgismo: Dinah Pereira (Adaptação da Novela de Christa Wolf)

Elenco: Barbara Pontes, Dinah Pereira e Milena Pitombo

Direção Musical: Laila Rosa

Preparação Corporal e Coreográfica: Joice Aglae Brondani

Execução Musical ao Vivo: Laila Rosa 

Cenografia, Designer Visual e Iluminador: Yoshi Aguiar

Figurino: Rino Carvalho

Costureira: Angélica Paixão

Coordenação de Produção: Thiago Carvalho  

Produção executiva: Georgenes Issac

Assistente de Produção: Fabíola  Simmel

Fotos: Anderson Rodrigues

Designer: Yoshi Aguiar

Assessoria de Comunicação: Caio Cruz e Ítalo Cerqueira  

Redes Sociais - Evoé Casa de Criação: Bruno Chagas

Projeções: Lilih Curi

Projeto de Mediação Cultural: Criare Projetos Culturais Educacionais

Coordenação de Mediação Cultural: Poliana Bicalho

Realização: CIA Estupor de Teatro e Oco Teatro Laboratóri

Sobre o produtor

Thiago Carvalho

Ator, produtor cultural, bacharel e mestre em Artes Cênicas pela UFBA. Faz especialização em Política pública e Gestão de espaços Culturais pela UFRB. Foi Coordenador dos Núcleos de Extensão da Escola de Dança da Funceb. Atualmente é gestor dos grupos de Teatro Finos Trapos e Coletivo das Liliths, professor da Pós Graduação, na Faculdade 2 de Julho, na disciplina " Produção de Eventos" e Gestor da Evoé casa de Criação.

Local

Sesc senac Pelourinho
Largo do Pelourinho, 19, Pelourinho
Salvador, BA

Ver mapa

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.