CURSO PLIN - PROTOCOLO LINCE DE INVESTIGAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA - RJ

HOTEL MERCURE - Rio de Janeiro, RJ
17 de novembro de 2018, 08h - 18 de novembro de 2018, 17h

Compartilhar:

Inscrição

R$ 0,00

PRIMEIRO LOTE
R$ 427,00
Pague em até 12x
Inscrições até 30/09/2018
0
SEGUNDO LOTE
R$ 497,00
Pague em até 12x
Não iniciado
TERCEIRO LOTE
R$ 597,00
Pague em até 12x
Não iniciado

Descrição do evento

CURSO DE COM CARGA HORÁRIA DE 12 HORAS.

Proposta do curso

Este curso trata de uma temática específica: o PLIN, Protocolo Lince de Investigação Neurolinguística (Jardini e Ruiz, 2015), uma ferramenta fundamental para conhecer as habilidades e investigar as possíveis falhas na aquisição da leitura e escrita.

A Dra Renata Jardini possui uma vasta experiência de 30 anos de clínica com 10 anos de aplicação do Lince de Boquinhas, um jogo usado para complementação diagnóstica e direcionamento da mediação, das principais patologias de leitura e escrita: dislexia (DX), TDAH (DA), Deficiência Intelectual (DI) ou Dificuldade simples (DS).  

A temática aborda as habilidades neurolinguísticas envolvidas, a utilização prática do PLIN, seus entraves e dicas, para o educador e/ou profissional clínico, finalizando com a interpretação dos resultados e a elaboração do relatório. 

Não são abordadas as definições das patologias envolvidas, nem como fazer as mediações ou intervenções. Mas nos resultados sugerem-se encaminhamentos e as áreas defasadas a serem mediadas.

MINISTRANTE: 

Dra. Renata Savastano Ribeiro Jardini

Dra. pela UNICAMP/Campinas, Faculdade de Ciências Médicas (2007), Mestre (2004) pela mesma instituição e departamento; Psicopedagoga pela UNICEP/São Carlos (2004); Fonoaudióloga pela UNIFESP/São Paulo (1981).


SOBRE O PROTOCOLO LINCE

APRESENTAÇÃO: O jogo Lince de Boquinhas (Jardini, 2006) foi adaptado, contendo 140 figuras balanceadas foneticamente, produzido e comercializado pela autora, contemplando 26 novas formas de se jogar, que avaliassem, além da função da percepção visual, outras como: consciência fonológica, memória imediata, memória visual e auditiva, funções visuoespaciais, cognição e leitura/escrita, dentre outras, investigadas pelo mesmo princípio lúdico.

A partir das evidências observadas em mais de 10 anos de aplicação clínica desse Jogo, a autora tabulou tendências de comportamentos apresentados por indivíduos sintomáticos de patologias que provocam prejuízos na aquisição da leitura e escrita: Dislexia (DX), Transtorno no Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e Deficiência Intelectual (DI), em relação aos mesmos comportamentos em sujeitos assintomáticos. Essas evidências foram pareadas aos manuais de diagnóstico (CID-10 e DSM-5), e fontes científicas que apresentam classificações categoriais dos mesmos transtornos. A partir dessa análise, foram elaboradas 26 questões, com 5 itens cada, que refletissem as respostas mais usuais apresentadas em cada nova forma de se jogar, para se compor o Protocolo Lince (PLIN).

Os objetivos primários que esse Protocolo proporciona são conhecer as habilidades neurolinguísticas dos avaliados, que foram divididas em: fonológicas, visuoespaciais, memória imediata, cognição e leitura e escrita. Os objetivos secundários são verificar se existe e em que grau, possibilidades do examinado apresentar ou não os transtornos abordados, permitindo encaminhamentos mais fundamentados para avaliações diagnósticas e mediações mais seguras, contribuindo para a prática pedagógica e clínica.

 

ATENÇÃO: Esse Protocolo não tem a intenção de conferir diagnósticos e foi elaborado para se investigar o comportamento de crianças, permitindo o seu estudo e mediação. Avaliações e diagnósticos são exclusivos aos médicos e especialistas, necessitando baterias de testes validados estatisticamente e exames com essa finalidade.

OBJETIVOS:

  • Investigar as habilidades neurolinguísticas envolvidas no processo de aquisição da leitura e escrita;
  • Fornecer dados quantitativos e qualitativos sobre o desempenho do avaliado;
  • Contribuir de forma clara e prática para a mediação nas dificuldades apresentadas;
  • Propiciar e favorecer a interação entre avaliador e avaliado, por meio de ludicidade e desafio, contribuindo para uma investigação espontânea e autêntica;
  • Propiciar detalhes e consistência dos encaminhamentos às possíveis avaliações diagnósticas.
INDICAÇÃO:
Crianças de 5 a 12 anos de idade;
Aplicação individual, clínica ou pedagógica;
Aberto para área de saúde e educação.

OBS: O CURSO  INCLUI O PROTOCOLO PLIN + LINCE, QUE DEVEM SER ADQUIRIDOS À PARTE.

Sobre o produtor

Oficina da Inteligencia

Psicopedagogia para Pais e Professores www.oficinadainteligencia.com

Comentários

Local

HOTEL MERCURE
Av. do Pepê, 56, Sala de conferências, Barra da Tijuca
Rio de Janeiro, RJ

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.