App Sympla
Baixe agora

Como desconstruir estereótipos para ambientes e projetos mais inclusivos e representativos

Pravy - São Paulo, SP
09 de fevereiro de 2019, 09h-18h

Ingressos

R$ 0,00

Inscrição Lote 1
R$ 499,99
Pague em até 12x
Vendas até 01/12/2018
Encerrado
Inscrição Lote 2
R$ 539,99
Pague em até 12x
Vendas até 31/01/2019
0

Descrição do evento

Não adianta fugir: você, nossos amigos, eu, todos nós temos pré-conceitos e precisamos falar sobre isso abertamente.

Viés inconsciente é um conceito da neurociência e economia comportamental e são baseados nas nossas preferências não intencionais.

Não por acaso que repetimos expressões ofensivas sem nem pensar no que estamos dizendo. Que contratamos ou indicamos pessoas semelhantes a nós e nossos valores. Que julgamos alguém sem nem antes conhecer. Isso faz parte da natureza humana: nosso cérebro insconsciente age mais rápido do que a gente pode se dar conta e não apenas toma decisões, como também repete falas, crenças e reproduz imagens baseadas em memórias, experiências, contos e tudo o que ouvimos, vemos e absorvemos ao longo da vida. Estes pre-conceitos enviezados afetam completamente nossa vida pessoal, nosso ambiente de trabalho e o resultado dos nossos projetos, pois nosso cérebro é preguiçoso e vai sempre criar atalhos para acessar informações da maneira mais rápida.

E é este o principal problema: muitas vezes a primeira e mais forte memória é tendenciosa. Por isso, é natural a gente repetir expressões utiizadas há anos e que hoje entendemos que são ofensivas. Não tem como fugir! Mas sabendo disso, já é possível utilizar algumas técnicas para controlar estas suposições e fazer análises antes de usar o preconceito natural e crenças para tomar decisões menos típicas e carregadas de estereótipos concretizados na nossa memória.

Enquanto não encontrarmos os gatilhos, não vamos mudar a ação. Está na hora de sair do discurso de inclusão e representatividade e começar a praticar e este curso vai te ajudar a agir.



  • Conceitos básicos de neurociência
  • Conceitos básicos de economia comportamental e como isso afeta nossas decisões diárias
  • O que é viés inconsciente e como isso se concretiza nas nossas memórias
  • Vocabulário: como ter conversas, projetos e campanhas menos enviezados e acolher todo mundo, de todos os gêneros
  • Homogeniedade x diversidade: como ter grupos de amigos ou ambientes de trabalho mais inclusivo
  • Como e por que a diversidade torna nossa vida mais criativa
  • Metodologia: ferramentas para driblar o viés incosciente e tomar decisões menos estereotipadas



  1. Aprenda a ter mais domínio de seus pensamentos e mais controles das suas decisões
  2. Livre-se de falas e conceitos menos carregados de preconceitos e tenha grupos de amigos na vida pessoal ou profissional mais inclusivo
  3. Métodos para repensar as contratações e ter ambientes de trabalho mais inclusivos
  4. Evite campanhas ou projetos estereotipados, sexistas e que excluam algum público da audiência
  5. Aumente sua criatividade e produtividade no dia a dia
  6. Tenha projetos mais origniais e autênticos


  • Profissionais de RH - Para treinar equipe e ter ambientes mais acolhedores 
  • Executivos e Gestores: Para aprender a identificar viéses incoscientes nos grupos, gerenciar melhor pessoas e contratar colaboradores por sua capacidade (e não por semelhança)
  • Palestrantes e professores - Aprender a passar mensagens menos estereotipadas nas falas ou nas apresentações
  • Profissionais da indústria criativa - Redação, direção de arte, atendimento, planejamento, todas as áreas envolvidas no processo criativo, para evitar que campanhas e projetos cheguem nas ruas com impacto social negativo
  • Marcas: que queiram entender como se conectar com este novo contexto comportamental do mundo e exigir o mesmo pensamento de todos os fornecedores e colaboradores contratados
  • Pessoas que valorizam o networking - Para quem deseja formar ou expandir a rede de contatos, conhecendo profissionais qualificados e autoridades para de aprender, trocar experiências e fazer negócios.



  • Ferramentas, técnicas e metodologias para aplicar na prática e evitar decisões inconscientes
  • Manual para um vocabulário menos sexista
  • Contatos dos professores para continuar tirando dúvidas
  • Materiais de apoio
  • Happy hour exclusivo
  • Networking


  • Carol Tod: é Designer de Experiência na Fjord, uma das principais consultorias de inovação e experiência, e tem um olhar focado para escutar o público, entender seu comportamento e se conectar com a audiência

  • Gabriela Rodriguesé Creative Data Manager na SOKO e autora do Manual para Linguagem Não Sexista para agências de publicidade e hoje espalha a mensagem para pessoas, faculdades, empresas e marcas que buscam ter uma publicidade mais inclusiva

  • Karen Formagio: é Finder & Problem Solver, head de estratégia na TopperMinds e sócia da Media Education. Focada em entender e desvendar comportamento de consumo e códigos culturais para marcas se conectarem com pessoas

  • "A Media Education tem uma participação importante no profissional que me tornei, não só porque ao longo dos anos me permitiu acessar informações e encontrar pessoas do mercado, mas sobretudo porque foi a primeira instituição a me abrir as portas para compartilhar experiências. O primeiro grande palco em que fiz uma palestra foi o Social Media Brasil. Mesmo não tendo experiência como palestrante, somente como professor, Formagio enxergou no trabalho que vínhamos desenvolvendo algo que poderia ajudar outras pessoas também."
    Marcelo Salgado do Bradesco
  • "A minha história com a Media Education começou em 2012. Fui no Metrics Summit atrás de mais informações para uma área que eu tinha caído de paraquedas e, desde então eu não parei mais. Passei a participar com frequência dos eventos e cursos, se tornou parte da minha rotina de atualização profissional. Na verdade, parando para analisar, não só isso. Eram os eventos que eu buscava quando estava cansada, desacreditada e precisava de inspiração para o dia a dia. Acho incrível o cuidado de cada passo da jornada, desde o e-mail de boas-vindas, passando pelo conteúdo que é perceptivelmente escolhido com cuidado até o pós-evento, na entrega do certificado e compartilhamento de informações do que rolou. Esse movimento de participar se tornou tão natural que só percebi essa frequência quando, em um dos cursos, eu cheguei atrasada, todo mundo já tinha se apresentado e, quando o professor pediu para eu me apresentar, o Alexandre fez um comentário: daquela sala, eu era a participante mais antiga dos cursos. Foi ali que eu entendi que eu era a famigerada “brandlover” da Media Education! Se passaram alguns vários anos, cursos, eventos e mudanças na carreira e eu não pretendo parar de frequentar, seja para buscar inspiração ou me atualizar porque vejo que o Alexandre e a Karen estão sempre preocupados em entregar o melhor conteúdo, da melhor maneira possível. Dá um quentinho no coração saber que tem gente aí preocupada com qualidade do mercado, com a formação, a atualização e a humanização dos profissionais de uma área que é tão cruel.""
    Pietra Sugiyama da Telefônica Brasil
  • "Pelo menos uma vez por ano eu faço questão de ir a São Paulo pra participar de algum evento da Media Education. Fortaleza é um pouco carente de eventos de qualidade na área e a ME sempre me proporciona insights muito importantes, além de poder conhecer pessoas incríveis que fazem o mesmo que você"
    Oscar Filho do Shopping Rio Mar Fortaleza



Acredito que nosso aprendizado nunca deve parar. Somos seres inquietos e em constante mudança, com novas necessidades a cada novo dia, ciclo ou desafio que se inicia em nossa vida. Por isso, precisamos aprender a reaprender cada vez mais rápido e com mais prazer.

Aprender não deveria ser um fardo, mas muitas vezes é, pois utilizamos os mesmos métodos de ensino desde o século XIX, sem compreender que tudo à nossa volta evoluiu: novos conceitos, tecnologias, lifestyle, diferentes estímulos e comportamento. Tudo mudou, menos o formato da sala de aula. Não é à toa que as melhores coisas e mais relevantes a gente aprende fora da sala da escola.

Devemos frequentemente pensar e testar novas formas de aprender, colocar a mão na massa, errar, rir dos nossos erros, evoluir com isso, estimular a imperfeição e principalmente, crescer com a experiência dos outros. Teoria é importantíssimo, mas é a prática que leva a transformação. E só a transformação nos faz crescer, se reconhecer e reconhecer o valor do próximo. Quando nos reconhecermos, alcançamos a realização que tanto buscamos, independente de qual seja. E nada é mais poderoso do que nos sentirmos realizados e transformados.



Para fechar com chave de ouro toda esta experiência, a escolha do lugar foi estratégica para o seu sábado ser ainda melhor, mais leve e divertido. A Pravy sediará esta experiência de transformação. Veja algumas fotos deste lugar único.

Sobre o produtor

Media Education

Somos uma empresa criadora de conteúdo exclusivo e inspirador para o mercado de marketing e comunicação. Viajamos o mundo em busca dos profissionais mais bem-sucedidos nas agências e empresas mais desejadas para contar sobre suas experiências, conhecimentos e insights. A partir disso, oferecemos vários drops de conteúdo, newsletter, masterclasses, workshops e conferências. Tudo para quem já entende a parte técnica, mas quer investir em outros olhares e caminhos para alcançar o reconhecimento.

Comentários

Local

Pravy
Rua Bastos Pereira, 25, Vila Nova Conceição
São Paulo, SP

Ver mapa

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.