App Sympla
Baixe agora

Ciúme

O evento já encerrou...

Ver evento

explore outros eventos como esse

Evento encerrado

Ciúme

ECA - Espaço de Cultura e Arte - Belo Horizonte, MG
24 de maio de 2019, 20h30-23h

Ingressos

Ingresso
R$ 25,00  (+ R$ 2,50 taxa)
Pague em até 12x
Vendas até 24/05/2019
Encerrado

Descrição do evento

Qual é o cerne de todas as mazelas de gênero? Estas, que promovem a desigualdade, a violência e o descaso com o sexo feminino? E o mais importante: existe tal resposta?

De todas as formas de dominação exercidas sobre as mulheres, a mais ardilosa e hostil é a simbólica. São as microagressões e manipulações cotidianas que, de tão minuciosas e sutis, se tornam quase invisíveis. Não são vistas, mas são sentidas visceralmente. Por toda mulher que não se sente suficientemente bela ou acredita que deveria ser mais disponível, mais presente e mais audaz.

Pelas mães que se dividem entre a culpa da maternidade e a culpa do matrimônio. Pelas meninas que bambeiam entre o assédio e a hiperssexualização. Pelas donas de casa que se preocupam com a cama do marido, a mesa da família e choram no banho.

Séculos de retaliação, controle e violência não poderiam resultar em outra coisa. Nos perdoem as sufragistas e mulheres de todas as lutas depois: ainda somos e fazemos para o outro, não para nós mesmas. Como disse Beauvoir, somos "esse produto intermediário entre o macho e o castrado que qualificam de feminino". Para a vida, pessoas sem desejos nem objetivos, sequer alguma identidade.

Doenças psicossomáticas nascem desse ideário. Em Ciúme, desvelamos apenas uma delas. Ciúme: uma chaga de gênero. A tortura de colocar sua personalidade nas mãos do outro. O medo de não se reconhecer se ele for embora. A insanidade de procurar sua identidade na aceitação torta e inconsistente de um parceiro.
Tema diversas vezes romantizado e infantilizado, o sentimento de derrota e solidão que permeia as mentes dos ciumentos nem sempre recebe o devido enfoque. Neste solo musical, Maria Beatriz, acompanhada pela pianista Glawcer, joga luz sobre o medo, a angústia e o delírio, enquanto fala da busca pelo mais genuíno dos amores: o próprio.

Cantando Rita Lee, Maria Rita, Alcione, Lara Fabian e outros artistas e recitando trechos de Adélia Prado, Frida Kahlo e Rupi Kaur, entre outras, Maria Beatriz molda um espetáculo que narra a jornada de encontrar o amor real, sem amarras.

Partindo da liberdade, passando pela inquietude, o abuso emocional, a dependência, a redenção e culminando na descoberta de si mesma, Ciúme é uma provocação para que mulheres se unam no maior ato político de todos: se amarem, em primeiro lugar.

Sobre o produtor

ECA - Espaço de Cultura e Arte

Local

ECA - Espaço de Cultura e Arte
Rua Adolfo Radice, 162, Mangabeiras
Belo Horizonte, MG

Ver mapa

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.