Ciclo de Palestras A Arte Riscada no Mapa

07 de abril de 2021, 09h45 - 26 de maio de 2021, 12h15
Ver datas e horários
Videoconferência via Sympla Streaming

Inscrição

R$ 0,00

Inscrição para todo o Ciclo de Palestras
Grátis
Inscrições até 25/05/2021
0
Total
R$ 0,00

Descrição do evento

O Ciclo de Palestras “A arte riscada no mapa: cartografias de arte urbana ocupando espaços em disputa” é um evento gratuito de pesquisa ligado à Faculdade de Artes do Paraná (UNESPAR Curitiba II) no qual durante 8 semanas - sempre às quartas-feiras das 10hrs às 12hrs no horário de Brasília/BR - serão realizados encontros para exibição de palestras proferidas por pessoas artistas/pensadoras, seguidas de discussão ‘com’ e ‘sobre’ suas perspectivas quanto à convivência, ocupação e resistência da arte em espaços públicos. Os currículos abaixo são um resumo das informações disponíveis na página do evento (acessível aqui) no qual você também poderá encontrar os materiais de apoio a cada uma das palestras.

Conheçam as palestras e s palestrantes:

Dia 07.04 - RACHADURA PERSISTENTE: corpo, rua, performance, insurgência
PRINCESA RICARDO MARINELLI 
(Bicha orgulhosamente Bizarra, artista da dança e Terrorista de gênero);

Dia 14.04 - Conectando pontos: uma exposição em Luanda, Marc Augé e o cinema
KARENIA CINTRA RODRÍGUEZ  (nascida em Cuba, mora e trabalha atualmente em Luanda, Angola, como curadora e professora no Instituto Superior de Arte -ISART);

Dia 21.04 - Espacialidades da arte no cotidiano
 MARCOS ALBERTO TORRES  (doutor, mestre, bacharel e licenciado em Geografia pela Universidade Federal do Paraná, atualmente professor adjunto A do curso de Geografia da UFPR);

Dia 28.04 - Quando o artista pratica a cidade?
CARMINDA MENDES ANDRÉ  (pesquisadora de arte contemporânea em espaços públicos e possíveis interfaces com o ensino das artes em espaços formais e não formais);

Dia 05.05 - “Qq c tá fazendo aí?” Pesquisa e arte no espaço público brasileiro
ALESSANDRO FILLA ROSANELI  (professor Associado no curso de Arquitetura e Urbanismo e nos Programas de Pós-graduação em Geografia e em Planejamento Urbano da Universidade Federal do Paraná);

Dia 12.05 - Percorrer a cidade a pé

VERÔNICA VELOSO (professora doutora do Departamento de Artes Cênicas da USP e integra o Coletivo Teatro Dodecafônico, com o qual desenvolve sua pesquisa artística desde 2008);

Dia 19.05 - Ritmos sensíveis e atmosferas afetivas
ANA PAIS  (bolsista FCT de pós-doutoramento em artes performativas (Centro Estudos de Teatro, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), dramaturgista e curadora);

Dia 26.05 - Perspectivas sobre a relação Arte, Paisagem e Natureza
SYLVIA HELENA FUREGATTI (artista Visual doutora em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo FAU-USP (2007) e professora plena do Programa de Pós Graduação e da Graduação em Artes Visuais IA -Unicamp);

* a ordem das palestras pode sofrer alterações


Sejam todas muito bem-vindas!


De modo semelhante ao nosso encontro de pesquisa anterior (que pode ser acessado aqui), o debate toma um papel de destaque neste ciclo e, para fomentá-lo, compartilhamos no site www.quandonde.com.br/ciclodepalestras alguns textos que visam auxiliar a discussão e a introdução nos temas a serem discutidos, encontro a encontro, pelas nossas ilustríssimas pessoas convidadas.


Como guia para pensar o sentido de (e o caminho para) construir uma abordagem teórica de uma manifestação artística cuja prática entendemos como urgente e necessária por se incluir em/ e (re)fundar espaços de diálogo no comum, nos inspiramos nos ensinamentos de Bell Hooks - escritora e professora militante do feminismo negro estadunidense - que no ensaio “A teoria como prática libertadora”, de "Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade" (disponível aquinos celebra com a força transformadora da práxis pedagógica. Não teremos um dia dedicado à discussão deste texto, mas pretendemos que ele caminhe conosco como inspiração para as estratégias de trabalho e as perspectivas de diálogo. Tal como a autora, defendemos que há sentido na fundação de uma coletividade que, abrindo mão da mera teoria da ação, promova a ação da teoria que construirá sua pertinência na medida em que possamos nos dedicar sem censura ao risco e ao desafio que o tema nos apresenta. Portanto, acreditamos na dialética contínua da práxis, inerente à relação entre a teoria e a prática. 


Outra inspiração está na cartografia como método de conhecer com os acontecimentos, ou seja, a cartografia entendida como um desenho que acompanha as transformações da paisagem, no sentido transduzido proposto por Deleuze e Guattari. Um gesto de escuta e composição com os afetos que atravessam o corpo. Uma cartografia que se faz numa escala de 1:1, proximal, tateante e vagueante.
 

Por isso tudo, desta vez, trazemos para esse ciclo, a cada semana, diferentes palestrantes que, a partir de seus textos teóricos, refletem sobre ações próprias, abrindo debates para que o fluxo da relação entre prática e teoria (e vice-versa) não se esgote. Provenientes de diversos países (Brasil, Cuba e Portugal) e diversas áreas do conhecimento (artes performativas e visuais, arquitetura, história da arte e geografia) as palestrantes apresentarão cada qual um viés que integra o mosaico de perspectivas do que vem se pensando/agindo em arte urbana contemporânea. Dessa arte – varrida do mapa oficial pelo atual rearranjo do espaço comum e dos agentes que elegem, organizam e cerceiam determinados usos deste espaço – emergirá a arte urbana, ao mesmo tempo continuidade e transformação, alimentada e desnutrida pelo que vem sendo (e não vem sendo) e vem se fazendo (e não vem se fazendo) poeticamente no espaço urbano comum. O convite é, portanto, a um esforço coletivo para subvertermos paradigmas e ocuparmos com nossos pensamentos este espaço em disputa da arte urbana.


Inscreva-se!

Participe!

Será uma honra ter você conosco.

Videoconferência

Como acessar a transmissão:

Acesse a aba Ingressos no site ou no app Sympla disponível para iOS e Android

Selecione o evento desejado e toque no botão acessar transmissão*



Saiba mais sobre o acesso ao evento

Sobre o organizador

quandonde intervenções urbanas em arte

Comentários

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos e Políticas da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.