App Sympla
Baixe agora

3° Seminário Velhices LGBT: resistência, superação e um legado de esperança

O evento já encerrou...

Ver evento

explore outros eventos como esse

Evento encerrado

3° Seminário Velhices LGBT: resistência, superação e um legado de esperança

Sesc Pompéia Cultura e Lazer - São Paulo, SP
26 de junho de 2019, 18h30 - 27 de junho de 2019, 18h

Inscrição

Apenas dia 27 
Grátis
Inscrições até 27/06/2019
Encerrado

Descrição do evento

 3° Seminário Velhices LGBT: resistência, superação e um legado de esperança 


Coordenação: Diego Felix Miguel, Rogério Pedro e Sandra Regina Gomes

Comissão Organizadora: Matheus Braz, Valéria Rocha, Saulo Corcovado, Alessandra Gosling, Ricardo Olímpio, Thiago Arruda, Ricardo Dias, Eliane de Oliveira,Gabriela da Silva Leite e Renato Souza Cintra


 PROGRAMAÇÃO 26/06 - quarta-feira

18h30 – Credenciamento 

Cerimonial: Tchaka Drag Quenn - A Rainha das Festas

 

19h20 - Apresentação Cultural

 Coral LGBT60+ EternamenteSOU

 

19h30 – Cerimônia de Abertura

 Sesc São Paulo

Rogério Pedro - Presidente EternamenteSou

Diego Miguel - Padrinho EternamenteSou

Sandra Gomes - Coordenadora de Políticas para Idosos (SMDHC)

Federico Armenteros – Fundacion 26 de Diciembre Madrid

 Dra. Marisa Fortunato – Secretária em exercício da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo (SMDHC)

 

Show de abertura: Atração Especial Surpresa!

PROGRAMAÇÃO 27/06 - quinta-feira



 09h às 10h – Credenciamento e Welcome Coffee 

Cerimonial: Tchaka Drag Quenn - A Rainha das Festas

 

10h às 10h30 – Abertura:

 Rogério Pedro – Presidente EternamenteSOU

 Sesc São Paulo

 Apresentação Cultural

 Tabatha Aquino



 Coordenação da mesa:

Ivone de Oliveira (Gata de rodas)

 

10h30 às 12h – Bate papo: Velhices LGBT: Histórias de resistência

Convidados:

Marisa Fernandes

Eduardo Michels

Sissy Kelly

Jordhan Lessa

 

12h às 12h30 – Velhices LGBT: desafios para o Envelhecimento Ativo

Diego Felix Miguel – Gestor CRI Norte e padrinho EternamenteSou

 

12h às 13h20 – Almoço

 

13h30 às 13h45 – Apresentação cultural: Bayard Tonelli (Dzi Croquettes)

 

Coordenação da Mesa: Matheus Braz – Diretor de Comunicação EternamenteSOU

 

13h45 às 14h45 – Perspectivas de um futuro no Brasil com experiência internacional: Primeira Instituição de Longa Permanência para Idosos LGBTs do mundo (Madrid – Espanha)

Sandra Regina Gomes – SMDHC 

Federico Armenteros – Fundacion 26 de Diciembre Madrid

 

14h45 às 15h30 – Perguntas 

15h30 às 16h – Coffee Break

                

16h às 16h20 – Apresentação Cultural:

Tabatha Aquino

 

Coordenação da Mesa:

Edith Modesto

 

16h20 às 17h20 – Caminhos para a esperança do envelhecer                                    

Dimitri Sales

Bayard Tonelli

 

17h20 às 17h40 – Perguntas

 

17h40 às 18h - Encerramento:

Saulo Corcovado – Vice-Presidente EternamenteSOU

 

Show de encerramento:


Tabatha Aquino

 

Dia 26 e 27 de junho de 2019 – quarta-feira e quinta-feira 

Dia 26 – Quarta Feira

Horário: 19h às 21h – Cerimônia de Abertura 

Local: Teatro Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93 Pompéia/SP

 

Dia 27 – Quinta Feira

Horário: 9h às 18h

Local: Teatro Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93 Pompéia/SP

 Entrada: 2 kg de alimentos não perecível.

 

Sobre o III Seminário Velhices LGBT: resistência, superação e um legado de esperança

A esperança novamente é o tema escolhido para o Seminário Velhices LGBT, que chegou na sua terceira edição em menos de 02 anos da realização do primeiro evento. Dessa vez, a esperança surgiu no ensejo político-social que vivemos atualmente, na busca de um conforto para as pessoas LGBT que envelhecem, por meio da apresentação e exaltação da resistência e superação que as pessoas idosas LGBT de hoje tiveram no passado, em momentos tão truculentos e talvez até mais desafiadores que os atuais, graças a um legado que foi constituído pela militância, dia após dia, na luta contra o preconceito e demais faces da violência.

O evento celebra o Dia do Orgullho (28 de junho), marcado pela Revolta de Stonewall – protagonizada pela resistência de pessoas LGBT que frequentavam o bar Stonewall In em Nova York, que teve início na noite de 28 de junho de 1969 com um confronto com a polícia em que lutaram contra a violência que sofriam nas batidas policiais, que tinham por objetivo punir e repreender a comunidade LGBT alegando “conduta imoral”. Com a visibilidade dessa ação, a manisfestação cresceu e em poucos dias tomou diferentes pontos da cidade, nascendo um ano após, em 1970, a primeira parada do Orgulho LGBT. 

Acreditamos também que a esperança seja pertinente nesse momento, tanto pela história de repressão à comunidade LGBT no Brasil, quanto pela marginalização que as Velhices LGBT estão submetidas socialmente, através da invisibilidade e maior exposição às vulnerabilidades sociais.

Nos últimos meses acompanhamos o crescimento desse tema em diversos eventos e atividades, e modestamente, a EternamenteSOU reconhece qual seu lugar na importância dessa visibilidade, no trabalho intenso para unir as diversas vozes e saberes pulverizados nas diferentes regiões do país, e que se juntaram ao longo do caminho, permitindo que o tema Velhices LGBT tivesse uma notoriedade nacional, por meio de parcerias fundamentais que se fortalecem a cada dia na busca de uma velhice digna para todas as pessoas.

É disso que falamos no 3º Seminário Velhices LGBT: resistência, superação e um legado de esperança, sobre o resgate da esperança de dias melhores e força para resistirmos os momentos turbulentos, considerando o legado deixado pela vanguarda que abriu muitas possibilidades e conquistas para as gerações atuais.

O evento contará com uma cerimônia de abertura especial no dia 26 de junho de 2019 às 19h, com presença de autoridades, artistas, parceiros e convidados. Será um momento de acolhimento à todos os participantes do evento para celebrar essa rede importante de profissionais e serviços que foi constituída desde os dois primeiros seminários, que fortalecem e contribuem diariamente com a visibilidade desse tema.

No dia seguinte, 27 de junho de 2019 das 09h às 18h, a primeira mesa do evento será protagonizada por pessoas idosas LGBT, que ocuparão com pertencimento seu lugar de fala numa roda de conversa sobre histórias de resistência e lutas contra o preconceito e violência.

No período da tarde, o evento contará com a presença de Federico Armenteros -  Fundación 26 de Diciembre – Madrid que apresentará a formação e implantação da primeira Instituição de Longa Permanência para pessoas idosas LGBT pública do mundo, com a participação especial da coordenadora de Políticas para Pessoa Idosa Sandra Regina Gomes.

O tema principal do evento, Caminhos para a esperança do envelhecer, fechará o dia conduzido pela Edith Modesto, professora que é uma das principais referências brasileiras em estudos sobre sexualidade e gênero, assim como os demais participantes da mesa, Bayard Tonnelli e Dimitri Sales, principais nomes da história do movimento pela conquista de direitos LGBT nacional, numa importante reflexão sobre as conquistas e os caminhos que deverão ser percorridos para que, num futuro próximo, pessoas idosas sejam acolhidas e reconhecidas em sua diversidade, com acesso digno aos serviços e as políticas públicas existentes, para atendimento digno às demandas do envelhecimento e velhice. 

O evento contará também com participações especiais, dentre elas, a Tchaka – Rainha das Festas, que conduzirá as atividades do dia com muito bom humor e maestria, contextualizando e contribuindo com as reflexões provocadas ao longo do evento.

O III Seminário Velhices LGBT acontece em parceria com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, comprometida com a formação de políticas públicas para a população idosa LGBT, assim como o SESC, que acredita na importância dessa visibilidade a fim de tornar a sociedade muito mais justa e solidária à diversidade.

Sobre o produtor

EternamenteSOU

Sobre #EternamenteSOU Eternamente SOU é uma organização não governamental que iniciou seus trabalhos em 2017 por meio de um coletivo de profissionais mobilizados pela necessidade da criação e implantação de serviços e projetos voltados ao atendimento psicossocial a pessoas idosas LGBT. Considerando o preconceito, intolerância e a invisibilidade que pessoas idosas LGBT estão submetidas, buscamos desenvolver um trabalho integrado na rede socioassistencial do município de São Paulo, de modo a conhecer e contemplar as demandas oriundas das especificidades desse segmento em seus aspectos biopsicossociais e favorecer sua inclusão social e protagonismo, proporcionando uma velhice digna e ativa.

Local

Sesc Pompéia Cultura e Lazer
Rua Clélia, 93, Água Branca
São Paulo, SP

Ver mapa

Login

Esqueceu sua senha? Clique aqui.

Recuperar senha

Confira seu e-mail

O endereço indicado receberá um e-mail com instruções de como criar uma nova senha.

Criar conta

Ao me cadastrar, concordo com os Termos de uso e Política de privacidade da Sympla

Confira seu e-mail

Acesse seu e-mail e clique no link de confirmação.